Navio-patrulha da Marinha apreende 20 toneladas de cigarro na costa da Bahia

bahia
20.02.2021, 19:30:00
Atualizado: 20.02.2021, 20:03:26
(Foto: Marinha do Brasil/Divulgação)

Navio-patrulha da Marinha apreende 20 toneladas de cigarro na costa da Bahia

Os seis tripulantes da embarcação interceptada não souberam explicar origem da carga

Em momentos como o que vivemos, o jornalismo sério ganha ainda mais relevância. Precisamos um do outro para atravessar essa tempestade. Se puder, apoie nosso trabalho e assine o Jornal Correio por apenas R$ 5,94/mês.

Uma ação de fiscalização realizada pelo Navio-Patrulha Guaratuba, na região de Mangue Seco, litoral norte da Bahia, terminou com a apreensão de cerca de 20 toneladas de cigarro, sem comprovação de procedência, no final da manhã deste sábado (20).

De acordo com a assessoria do Comando do 2° Distrito Naval, da Marinha do Brasil, a embarcação de nome “Brinco”, com seis tripulantes, foi interceptada por volta das 11h. 

Durante a abordagem, foi descoberto que o barco teve como porto de origem Belém do Pará, e transportava uma carga suspeita de contrabando de cigarro, estimada em aproximadamente duas dezenas de toneladas. A Marinha informou que alguns dados da apreensão só poderão ser confirmados após a atracação e desembaraço da carga pelas autoridades competentes.

Ainda na fiscalização da região costeira, foi verificada a inexistência de documento fiscal, “além de não ter sido explicada a procedência da carga, em possível crime de contrabando”, explica a força armada. 

Além disso, foi verificado que os tripulantes não possuíam habilitação para condução da embarcação, bem como dois dos tripulantes não possuíam documento de identificação. 

A embarcação foi conduzida para Salvador, para que sejam adotados os procedimentos cabíveis junto às autoridades competentes, conclui a Marinha.

***

Em tempos de coronavírus e desinformação, o CORREIO continua produzindo diariamente informação responsável e apurada pela nossa redação que escreve, edita e entrega notícias nas quais você pode confiar. Assim como o de tantos outros profissionais ligados a atividades essenciais, nosso trabalho tem sido maior do que nunca. Colabore para que nossa equipe de jornalistas seja mantida para entregar a você e todos os baianos conteúdo profissional. Assine o jornal.


Relacionadas