Negacionista, Marcelo Nova critica medidas sanitárias no Jornal da Manhã

em alta
13.07.2021, 11:33:07
Atualizado: 13.07.2021, 11:54:31
(Reprodução)

Negacionista, Marcelo Nova critica medidas sanitárias no Jornal da Manhã

Convidado para falar por conta do Dia do Rock, aproveitou para criticar restrições

O roqueiro baiano Marcelo Nova criticou o isolamento social e outras medidas sanitárias durante participação ao vivo no Jornal da Manhã, da TV Bahia, nesta terça-feira (13). O negacionismo do músico foi comentado nas redes sociais durante e depois do programa. As falas surpreenderam os apresentadores Ricardo Ishmael, Thaic Carvalho e o jornalista Gustavo Castelucci, no estúdio. 

Marcelo criticou medidas de distanciamento e afirmou que "ninguém manda" nele, ao falar dos governantes. "Para um sujeito como eu, prestes a fazer 70 anos de idade e com 40 anos de carreira, isso não serve pra mim. Eu fiz minhas regras, eu faço meu caminho, eu não deixo que governadores nem prefeitos, nem presidentes, ninguém manda em Marcelão!", disse.

Ele também falou sobre a produção artística durante a pandemia e disse que não "se submetia ao ditame do fique em casa". Disse ainda que está há um ano e meio sem poder trabalhar "graças a medidas governamentais".

O músico tratou a mortalidade inevitável de todos como um motivo para não se preocupar tanto com a covid-19. “Eu beijo quem eu quero, eu abraço quem eu quero...", disse. "E eu vou morrer, se não morrer de covid, vou morrer de câncer, atropelado, assassinado, de zika, chikungunya, essas coisas…”, acrescentou. Para Marcelo, "respirar não é viver" e todos deveríamos "amar o fato de estar vivo". 

Nas redes sociais, a maior parte dos comentários era de crítica ao roqueiro. "Marcelo Nova negacionista seguindo a linha de vários roqueiros que envelheceram horripilantemente", comentou uma internauta. "Jornal da manhã convida Marcelo Nova para falar sobre o dia do rock, o que o imbecil faz? Fala mal do distanciamento social, critica as medidas do governo e diz que a mídia plantou o pânico", criticou outra. "Vejo fortes traços bolsonaristas na entrevista de Marcelo Nova ao Jornal da Manhã. Negacionismo e fake news. Nada de rock, bebê".

Mas teve quem gostou do discurso antisanitário. "Marcelo Nova agora ao vivo detonou o autoritarismo, o fique em casa, o faça o que eu mando só não faço o que eu faço", elogiou um internauta. 

***

Em tempos de coronavírus e desinformação, o CORREIO continua produzindo diariamente informação responsável e apurada pela nossa redação que escreve, edita e entrega notícias nas quais você pode confiar. Assim como o de tantos outros profissionais ligados a atividades essenciais, nosso trabalho tem sido maior do que nunca. Colabore para que nossa equipe de jornalistas seja mantida para entregar a você e todos os baianos conteúdo profissional. Assine o jornal.


Relacionadas