Nem tudo é forró! Você sabe mesmo diferenciar xote, baião e xaxado?

salvador
21.06.2021, 07:00:00

Nem tudo é forró! Você sabe mesmo diferenciar xote, baião e xaxado?

Você bate no peito e diz 'aqui é Nordeste', mas não sabe as diferenças? Então ouça e aprenda!

Você bate no peito e diz que 'aqui é Nordeste', né? Mas, diga aí: sabe diferenciar xote de baião? Se tocar um xaxado, vai saber como é que se dança? Sabe quando é a hora de puxar um galope ou um arrasta pé?

Se sua resposta é 'não' para tudo, então não perca tempo: aproveite que esse ano novamente (e infelizmente) não tem São João para fazer um contato intensivo com os ritmos nordestinos e arrase em 2022 - que é quando essa ausência junina, se tudo der certo, terá fim.

Nesse episódio especial do podcast O Que a Bahia Quer Saber, conversamos com os músicos Celo Costa, Targino Gondim e Adelmário Coelho para tirar dúvidas e entender as diferenças entre os vários ritmos do assim chamado forró - que, inclusive, é um dos estilos!

Você sabia que o xote, tão romântico, vem de uma música escocesa? E que o baião, imortalizado por Luiz Gongaza, antigamente se chamava 'baiano'? E sabia que os artistas têm todo um esquema para organizar os seus repertórios, para que nunca falte energia no palco?

O podcast traz sobretudo um mergulho em nossa cultura nordestina: origens europeias, indígenas e africanas; a relação do cangaço com as danças típicas, quais os instrumentos que não podem faltar nos ritmos típicos.

Além disso, trazemos ao longo do podcast uma seleção de músicas que marcaram a história do xote, do baião, do forró e de seus irmãos. Tem Luiz Gonzaga, Marinês, Trio Nordestino, entre outros. É só dar o play!

Toda semana, você tem no podcast O Que a Bahia Quer Saber uma matéria especial em formato de áudio. Um mergulho em algum tema de relevância para o estado.

Você poderá acessar os episódios aqui mesmo no site do Correio* no seu aplicativo favorito de podcasts: no Spotify, no Deezer, no Anchor, no Google Podcasts ou no Apple Podcasts.

E, para você que quer passar a semana ouvindo xote, xaxado, baião e outros ritmos 'raiz', segue uma lista de sugestões que elaboramos especialmente para você. A playlist no Spotify só de clássicos está aqui, ao final da matéria!

O São João no Correio conta com o apoio da Perini,  Mahalo, E Stúdio, ITS Brasil, Hotel Vila  da Praia e Blueartes.


Clique no player para ouvir o episódio do O Que a Bahia Quer Saber:

Para ouvir diretamente no Anchor, clique aqui.


Você também pode ouvir nos aplicativos de sua preferência:


Spotify:

Para ouvir diretamente no Spotify, clique aqui.


Deezer:


Para ouvir diretamente no Deezer, clique aqui.


Apple Podcasts:

Para ouvir diretamente no Apple Podcasts, clique aqui.


Google Podcasts:


Para ouvir diretamente no Google Podcasts, clique aqui.


Outros aplicativos


Para ouvir no Pocket Casts, clique aqui.

Para ouvir no Breaker, clique aqui.

Para ouvir no Radio Public, clique aqui.


Confira a playlist feita pelo Correio* só com clássicos do forró!:


Mas... O que é "podcast"?

Podcast é um programa de áudio, igualzinho a um de rádio. A diferença é que você pode ouvir quando, como e onde quiser. Pode ser no celular, no computador ou na TV. Se quiser, você pode pausar, voltar, adiantar ou pular os trechos, se preferir.

Para ouvir, basta tocar no player acima. Ou, se preferir, basta clicar nos links para ouvi-lo no Spotify, no Deezer, no Apple Podcasts ou no Google Podcasts. Também é possível buscar os episódios diretamente nos aplicativos.

O Que a Bahia Quer Saber

O CORREIO produz podcasts desde 2017, quando iniciou o Bate-Pronto Podcast, sobre futebol baiano. Em 2020, lançamos o O Que a Bahia Quer Saber, podcast diário com notícias relevantes para o estado.

Em 2021, o O Que a Bahia Quer Saber volta com formato especial: a cada semana, o leitor (e ouvinte!) terá uma matéria especial, com o padrão do CORREIO de jornalismo, porém explorando toda a riqueza que o áudio pode trazer.


O São João no Correio conta com o apoio da Perini, E Stúdio, ITS Brasil, Hotel Vila  da Praia e Blueartes.

***

Em tempos de desinformação, o CORREIO continua produzindo diariamente informações nas quais você pode confiar. E para isso precisamos de uma equipe de colaboradores e jornalistas apurando os fatos e se dedicando a entregar conteúdo de qualidade e feito na Bahia. Já pensou que você além de se manter informado com conteúdo confiável, ainda pode apoiar o que é produzido pelo jornalismo profissional baiano? E melhor, custa muito pouco. Assine o jornal.


Relacionadas