No Bahia, Jádson reencontra três ex-colegas e espera mudar 'sina'

e.c. bahia
27.12.2019, 14:14:00
Atualizado: 27.12.2019, 16:41:02
Jádson defendeu o Cruzeiro em 2019 e assinou com o Bahia por empréstimo até o final do ano que vem (Vinnicius Silva/Cruzeiro EC)

No Bahia, Jádson reencontra três ex-colegas e espera mudar 'sina'

Volante acumula três rebaixamentos nos últimos quatro anos

O Correio oferece acesso livre a todas as notícias relacionadas ao coronavírus. Entendemos que informação séria e confiável é importante nesse momento. Colabore para que isso continue. Assine o Correio.


É comum ouvir no meio do futebol que um rebaixamento mancha o currículo, seja de atletas, treinadores ou direção. Último reforço a ser oficializado pelo Bahia, o volante Jádson, 26 anos, passou por dias difíceis nas últimas quatro edições do Campeonato Brasileiro. Em todas elas, o time em que estava brigou para não cair, sendo que em apenas uma conseguiu escapar.

Foi pelo Fluminense, em 2018. Naquele ano, ele teve a companhia do meia Daniel, outro já anunciado pelo Bahia, na campanha de 12º lugar do time das Laranjeiras.

Contudo, em 2016, 2017 e 2019 Jádson não conseguiu escapar do Z4. Nas ocasiões, ele defendeu, respectivamente, Santa Cruz, Ponte Preta e Cruzeiro. Na Ponte, ele esteve ao lado de outros dois atletas que já integram o elenco do tricolor: Elton e Nino Paraíba, dupla que chegou ao Bahia em 2018 e vai para a terceira temporada no time.

"Trabalhei com Daniel no Fluminense em 2018. É um profissional de muita qualidade, além de um amigo, uma pessoa que gosto muito. Tenho certeza que vai agregar muito e se encaixar no esquema que o Bahia joga e poder estar jogando com ele mais uma temporada é motivo de alegria", afirmou Jádson em entrevista ao Programa do Esquadrão, o programa de rádio oficial do clube.

Jádson e Bahia têm um objetivo em comum para a próxima edição do Campeonato Brasileiro: ficar entre os dez primeiros colocados. O tricolor nunca conseguiu isso desde que o torneio passou a ser disputado no atual formato, em 2006, com 20 times e em pontos corridos. O jogador, no entanto, já conseguiu uma vez. Foi em 2015, quando jogou no Athletico-PR. Naquele ano, o Furacão terminou na 10ª posição e ele entrou em 10 partidas.

"A próxima temporada eu, sinceramente, quero trabalhar e ajudar o Bahia da melhor maneira possível. Quero poder ser útil, ajudar meu companheiro, ajudar o clube, quero poder conquistar título e coisas grandes", contou o volante.

Para conseguir esses objetivos, o meio-campista pede cabeça tranquila. Ele assume que não conseguiu fazer o seu melhor na última temporada, quando defendeu o Cruzeiro. No Brasileirão, entrou em apenas 14 jogos (8 como titular) e chegou até a ser improvisado na lateral direita durante a curta passagem de Rogério Ceni na Raposa.

"Poder estar tranquilo para dar o meu melhor dentro de campo, coisa que não aconteceu na última temporada, ser melhor do que fui nos meus últimos anos de carreira. (...) Eu conto com a confiança do clube e isso é muito importante pra mim neste momento", disse.

Jádson se apresenta junto aos outros jogadores do Bahia no dia 6 de janeiro, na Cidade Tricolor. Além dele e de Daniel, o tricolor acertou a compra do atacante Clayson, do Corinthians, e está próximo de fechar com o meia Arthur Rezende, que defendeu o Guarani em 2019 e será utilizado inicialmente no time de aspirantes, que disputará o Campeonato Baiano.

*Com supervisão do editor Herbem Gramacho

***

O CORREIO entende a preocupação diante da pandemia do novo coronavírus e que a necessidade de informação profissional nesse momento é vital para ajudar a população. Por isso, desde o dia 16 de março, decidimos abrir o conteúdo das reportagens relacionadas à pandemia também para não assinantes. O CORREIO está fazendo um serviço de excelência para te manter a par de todos os últimos acontecimentos com notícias bem apuradas da Bahia, Brasil e Mundo. Colabore para que isso continue sendo feito da melhor forma possível. Assine o jornal.


Relacionadas
Correio.play
https://www.correio24horas.com.br/noticia/nid/salvador-unida-das-janelas-moradores-cantam-parabens-para-salvador/
O CORREIO convidou e soteropolitanos confinados aderiram ao aniversário coletivo de 471 anos da capital
Ler Mais
https://www.correio24horas.com.br/noticia/nid/gusttavo-lima-quebra-recorde-do-youtube-com-live-direto-de-sua-casa/
Foram 5h de show, 750 mil acessos simultâneos e 10 milhões de visualizações
Ler Mais
https://www.correio24horas.com.br/noticia/nid/coronavirus-sindico-instala-pia-na-entrada-de-predio-para-ajudar-vizinhos-idosos/
Espanhol radicado na Bahia decidiu ajudar na higiene no prédio que é síndico em Salvador
Ler Mais
https://www.correio24horas.com.br/noticia/nid/a-fe-nao-costuma-faia-como-manter-a-religiao-em-isolamento/
O amparo na religiosidade é a salvação para muitos soteropolitanos; tecnologia é aliada
Ler Mais
https://www.correio24horas.com.br/noticia/nid/janelas-da-quarentena-do-dj-ao-saxofone-vizinhos-transformam-isolamento-em-uniao/
Baiano é outro nível... Nos últimos dias, movimento tomou conta de Salvador: tem até Carnaval dentro de casa; confira
Ler Mais
https://www.correio24horas.com.br/noticia/nid/pearl-jam-lanca-gigaton-decimo-primeiro-album-da-banda/
Turnê, que começaria em abril, foi adiada por conta da pandemia do coronavírus
Ler Mais
https://www.correio24horas.com.br/noticia/nid/cremeb-suspende-medico-que-prometeu-soro-da-imunidade-para-covid-19/
Aldo Grisi fez propaganda de suposta medicação para prevenir o novo coronavírus
Ler Mais
https://www.correio24horas.com.br/noticia/nid/pela-1a-vez-papa-faz-rito-sozinho-e-da-indulgencia-plenaria/
Gesto inédito, por causa da pandemia do novo coronavírus, permite que mais de 1,3 bilhão de católicos tenham o perdão de seus pecados
Ler Mais