Nova escola em Sussuarana vai atender 500 crianças

salvador
26.12.2018, 11:29:00
Atualizado: 27.12.2018, 10:35:38
(Foto: Vinícius Nascimento)

Nova escola em Sussuarana vai atender 500 crianças

Unidade de educação contará com investimento de R$ 4,7 milhões

Em momentos como o que vivemos, o jornalismo sério ganha ainda mais relevância. Precisamos um do outro para atravessar essa tempestade. Se puder, apoie nosso trabalho e assine o Jornal Correio por apenas R$ 5,94/mês.

A dona de casa Rosa Santana, 37, saiu de casa para comprar uma farinha e reaproveitar o que sobrou da farofa de Natal quando deu de cara com um trator na porta da Escola Municipal de Sussuarana, desativada há cerca de dois anos. O que ela estava vendo era o começo de uma nova história: isso porque aquela escola é um dos 16 Centros Municipais de Educação (CMEIs) que serão demolidos e reconstruídos pela prefeitura.

Nesta quarta-feira (26), o prefeito ACM Neto esteve na escola para assinar a ordem de demolição e, na mesma hora, aproveitou para assinar a ordem de serviço para começo imediato das obras de reconstrução do CMEI Nova Sussuarana. 

Ao todo, serão investidos aproximadamente R$ 4,7 milhões na reconstrução da escola que vai contar com coordenação, secretaria, diretoria, sala dos professores, depósito de material didático, brinquedoteca, sala multiuso, solários, parque infantil, refeitório, cozinha, triagem de alimentos, depósito de merenda, lavanderia, depósito de material de limpeza, guarita com banheiro, subestação, casa de lixo, casa de gás, dois pátios, pátio de serviços e jardins com gramado e horta. A nova escola também vai ter elevador, banheiros para alunos, professores, funcionários e adaptados para pessoa com deficiência. 

Foi a sexta escola demolida pela prefeitura de Salvador em menos de dois meses. O prefeito ACM Neto destacou no evento que além de atender à educação de crianças de 2 a 5 anos, a chamada pré-escola, o novo Centro também vai oferecer vagas do Ensino Fundamental I. No total, a escola terá capacidade para atender até 500 crianças.

“Educação e saúde são nossas prioridades. No último dia 24, tive uma reunião com Paulo Souto, nosso secretário da Fazenda, e ele me mostrou que investimos R$ 350 milhões a mais do que somos obrigados por lei nessas duas áreas”, apontou o prefeito.

Prefeito ACM Neto assinou nesta quarta-feira (26) a ordem de serviço para construção da nova unidade
(Foto: Vinícius Nascimento)

O evento também contou com a participação do vice-prefeito de Salvador Bruno Reis, do secretário municipal de educação, Bruno Barral e do presidente do Fundo Nacional de Desenvolvimento da Educação (FNDE) Silvio Pinheiro.

Desde o dia 8 de novembro, já foram demolidas e iniciadas a reconstrução de cinco escolas em Plataforma, Bom Juá, Fazenda Grande do Retiro, Boa Vista do Lobato e Engenho Velho da Federação.

*Sob a supervisão da chefe de reportagem Perla Ribeiro

***

Em tempos de coronavírus e desinformação, o CORREIO continua produzindo diariamente informação responsável e apurada pela nossa redação que escreve, edita e entrega notícias nas quais você pode confiar. Assim como o de tantos outros profissionais ligados a atividades essenciais, nosso trabalho tem sido maior do que nunca. Colabore para que nossa equipe de jornalistas seja mantida para entregar a você e todos os baianos conteúdo profissional. Assine o jornal.


Relacionadas