Nova etapa da vacinação contra sarampo tem como alvo jovens de 20 a 29 anos

salvador
13.11.2019, 16:33:00
Atualizado: 13.11.2019, 16:34:02

Nova etapa da vacinação contra sarampo tem como alvo jovens de 20 a 29 anos

Na capital baiana, cerca de 880 mil pessoas estão nessa faixa etária

Em momentos como o que vivemos, o jornalismo sério ganha ainda mais relevância. Precisamos um do outro para atravessar essa tempestade. Se puder, apoie nosso trabalho e assine o Jornal Correio por apenas R$ 5,94/mês.

A partir da próxima segunda-feira (18), as cerca de 130 salas de imunização de rede municipal da Saúde de Salvador darão início à próxima etapa da Campanha Nacional de Vacinação contra o Sarampo que tem como público-alvo os jovens de 20 a 29 anos não vacinados ou que estão com esquema vacinal incompleto da tríplice viral (que protege do vírus do sarampo, caxumba e rubéola). Na capital baiana, cerca de 880 mil pessoas estão nessa faixa etária.

De acordo com a subcoordenadora de Doenças Imunopreveníveis, Doiane Lemos, a campanha irá atualizar o cartão de vacina desses indivíduos, uma vez que esse público alvo é o de maior incidência nos casos de sarampo registrado no país.

“Atualmente, os adultos de 20 até 29 anos devem ter registrado duas doses da vacina contra o sarampo, após alteração feita pelo Ministério da Saúde em 2017 no calendário básico de vacinação . Como trata-se de uma mudança recente, muitas pessoas desta faixa etária têm apenas uma dose, o que não assegura a proteção contra o vírus. Com a campanha, queremos atualizar a caderneta dessas pessoas e garantir que as mesmas estejam protegidas”, explicou.

Para ampliar o acesso do público às doses, a Secretaria Municipal da Saúde realizará no dia 30 de novembro, que é um sábado, um novo Dia D da estratégia, quando além de postos de saúde convencionais, pontos com grande circulação de pessoas espalhados pela cidade serão instalados para vacinação contra o sarampo.

Demais públicos
Apesar da nova etapa da campanha intensificar a imunização das pessoas de 20 a 29 anos, Doiane Lemos destacou que as doses permanecerão disponíveis para os demais grupos – indivíduos de 6 meses a 49 anos -, sobretudo, à população infantil, público com cobertura vacinal próximo a meta determinada pelo Ministério da Saúde em Salvador.

“Estamos com praticamente 91% das crianças da capital vacinada, um percentual muito próximo da meta [95%] e é importante que pais e responsáveis conduzam os pequenos aos postos para a administração da dose. Lembrando, que no período da intensificação das pessoas de 20 a 29 anos, permaneceremos vacinando os demais indivíduos que porventura estiverem com o esquema vacinal incompleto”, finalizou.

***

Em tempos de coronavírus e desinformação, o CORREIO continua produzindo diariamente informação responsável e apurada pela nossa redação que escreve, edita e entrega notícias nas quais você pode confiar. Assim como o de tantos outros profissionais ligados a atividades essenciais, nosso trabalho tem sido maior do que nunca. Colabore para que nossa equipe de jornalistas seja mantida para entregar a você e todos os baianos conteúdo profissional. Assine o jornal.


Relacionadas