Nova testemunha do assassinato da vereadora Marielle é ouvida pela Polícia

brasil
15.03.2018, 07:49:22
Atualizado: 15.03.2018, 07:57:13

Nova testemunha do assassinato da vereadora Marielle é ouvida pela Polícia

Identidade não foi divulgada; corpo da vereadora será velado na Câmara dos Vereadores a partir das 11h

Em momentos como o que vivemos, o jornalismo sério ganha ainda mais relevância. Precisamos um do outro para atravessar essa tempestade. Se puder, apoie nosso trabalho e assine o Jornal Correio por apenas R$ 5,94/mês.

A polícia identificou e já ouviu uma nova testemunha na investigação da morte da vereadora Marielle Franco (PSOL), assassinada a tiros na Região Central do Rio nesta quarta-feira (14). 

De acordo com informações do G1, o ex-chefe da Polícia Civil do Rio, Fernando Veloso, a testemunha prestou depoimento na Divisão de Homicídios na madrugada desta quinta-feira (15). Uma das hipóteses do crime, segundo a polícia, é execução, mas nenhuma outra hipótese é descartada.

“Vou tentar informar o máximo possível sem comprometer o trabalho que começou a ser iniciado pelos investigadores da Divisão de Homicídios durante a noite e a madrugada. Além da assessora, há outra testemunha que já foi identificada e ouvida”, afirmou Veloso. A primeira testemunha foi a assessora de Marielle, que estava no carro e foi atingida por estilhaços.

O corpo de Marielle será velado na Câmara dos Vereadores a partir das 11h desta quinta-feira (15).
 

***

Em tempos de coronavírus e desinformação, o CORREIO continua produzindo diariamente informação responsável e apurada pela nossa redação que escreve, edita e entrega notícias nas quais você pode confiar. Assim como o de tantos outros profissionais ligados a atividades essenciais, nosso trabalho tem sido maior do que nunca. Colabore para que nossa equipe de jornalistas seja mantida para entregar a você e todos os baianos conteúdo profissional. Assine o jornal.


Relacionadas