Nova York vai exigir comprovante de vacinação contra covid para ambientes fechados

coronavírus
03.08.2021, 11:45:00
(BRYAN R. SMITH/AFP)

Nova York vai exigir comprovante de vacinação contra covid para ambientes fechados

1ª grande cidade dos EUA a fazer essa exigência para locais públicos

A cidade de Nova York vai exigir prova de vacinação contra covid-19 para atividades em ambientes fechados, informou nesta terça-feira (3) o prefeito Bill de Blasio. É a primeira grande cidade dos EUA a anunciar esse tipo de restrição, que tem sido discutida em vários países.

A exigência vai entrar em vigor a partir do dia 16 deste mês e será aplicada para restaurantes fechados, academias e locais de entretenimento, como teatros e cinemas. 

Ontem, o prefeito afirmou que fazia uma "forte recomendação" para que toda população usasse máscaras em ambientes fechados públicos. Contudo, disse que não iria obrigar legalmente o uso de máscaras, como fizeram várias cidades em outros estados como a Califórnia. De Blasio disse que o foco agora era vacinar mais pessoas.

Na semana passada, ele já havia informado que os servidores que trabalham para a cidade de Nova York vão ter que se vacinar até meados de setembro ou aceitar fazer testes semanais de covid. Ele ofereceu um incentivo de 100 dólares (cerca de R$ 526) para que os moradores da cidade que ainda não se vacinaram aceitem serem imunizados.

De acordo com os dados oficiais, cerca de 66% dos adultos de Nova York estão totalmente vacinados.

Os EUA alcançaram ontem a meta do presidente Joe Biden para ter pelo menos 70% dos adultos americanos com pelo menos uma dose da vacina. O marco veio um mês depois do previsto, em meio a aumento de casos da variante delta no país.

***

Em tempos de desinformação, o CORREIO continua produzindo diariamente informações nas quais você pode confiar. E para isso precisamos de uma equipe de colaboradores e jornalistas apurando os fatos e se dedicando a entregar conteúdo de qualidade e feito na Bahia. Já pensou que você além de se manter informado com conteúdo confiável, ainda pode apoiar o que é produzido pelo jornalismo profissional baiano? E melhor, custa muito pouco. Assine o jornal.


Relacionadas