Novas possibilidades: instituições de ensino investem em curso de pós-graduação

especiais patrocinados
29.07.2019, 18:28:00
Atualizado: 29.07.2019, 18:37:35
Para atender a demanda dos profissionais que buscam por conhecimento contínuo, as instituições de ensino de Salvador têm se reinventado (TAYLOR GROTE / UNSPLASH)
Estúdio Correio -

Novas possibilidades: instituições de ensino investem em curso de pós-graduação

Diferenciais atraem profissionais que buscam por conhecimento contínuo

Em momentos como o que vivemos, o jornalismo sério ganha ainda mais relevância. Precisamos um do outro para atravessar essa tempestade. Se puder, apoie nosso trabalho e assine o Jornal Correio por apenas R$ 5,94/mês.

O mercado não está competitivo apenas para quem está à procura de emprego. Para atender a demanda dos profissionais que buscam por conhecimento contínuo, as instituições de ensino de Salvador têm se reinventado. Conectam-se cada dia mais às necessidades do mercado, e, também, das pessoas, para oferecer especializações que tragam um diferencial para o currículo.

Algumas delas investem em especializações com viés tecnológico, apostando na Indústria 4.0, como a Faculdade de Tecnologia e Ciências (FTC). A partir deste semestre estarão disponíveis os cursos de Gestão da Informação e Novas Tecnologias, o de Desenvolvimento de Sistemas em Web e Mobile e Banco de Dados com Ênfase em Inteligência Empresarial.

“Fizemos um estudo de mercado para entender quais eram as competências que precisavam de mais enfoque e desenvolvemos novas matrizes. Muitas estão na área de tecnologia, que é o DNA da FTC. A gente traz esse resgate, pensando na necessidade do mercado para o futuro”, destaca Geandro Silva, coordenador de pós-graduação da Rede FTC Salvador.

Outras instituições, no entanto, apostam em um olhar mais humanizado, como a Universidade Católica do Salvador (UCSal), que traz para o mercado a especialização em Liderança Estratégica em Cultura da Paz. Direcionado para profissionais que atuam em cargos de gestão, o curso pretende capacitar pessoas que possam mediar conflitos dentro das organizações e que, de alguma maneira, consigam difundir a atuação nos seus meios de convivência.

“A gente preza muito pela formação humana, com foco no social. Na pós-graduação, a gente provoca os alunos para que consigam resolver problemas reais das comunidades, que é uma demanda urgente. A gente acredita que a educação é transformadora e pode tornar as relações mais harmônicas e colaborativas”, explica Silvana Carvalho, pró-reitora de Pesquisa e Pós-graduação da UCSal.

Customização
Outro nicho tem ganhado espaço nas instituições: pós-graduação in company. Há dois anos em funcionamento na UCSal, o projeto tem como foco empresas – públicas, privadas ou do terceiro setor – que queiram capacitar seus funcionários de forma personalizada. “É um produto direcionado, portanto, mais eficaz. Há a possibilidade de a empresa pensar junto com a universidade, indicando o que tem mais valor para ela”, conta Silvana Carvalho.

No próximo semestre, a FTC também passará a atuar neste segmento. “Vamos atender a necessidade das empresas. O objetivo é que o curso gere retorno imediato, possibilitando que o contratante possa mensurar aquilo que foi feito”, explica Geandro SIlva. As duas instituições sugerem que as turmas tenham, pelo menos, 20 pessoas para que possa haver uma troca bacana
de experiências.

Aulas
A Rede FTC traz mais uma novidade para os novos alunos: a maioria das especializações terá duração de apenas um ano. O pouco tempo, no entanto, não significa uma redução da carga horária do curso ou uma preparação rasa. “É mais um benefício para essa geração de profissionais conhecida pela urgência com que busca resultados”, defende Geandro Silva.

Já a Faculdade Dom Pedro II dará ao estudante a possibilidade de preencher possíveis faltas em módulos do decorrer da pós-graduação no ensino à distância, que é uma das modalidades oferecidas pela instituição. “Nosso intuito é sempre facilitar a vida do estudante, pois entendemos que a maioria está no mercado de trabalho e que precisa, eventualmente, se ausentar no período de realização de algum módulo.

Ele entra na pós-graduação do jeito que escolheu - presencial ou EAD, mas pode flutuar entre as modalidades desde que esteja na mesma área do conhecimento”, explica Cristian Campos, diretora de EAD da Faculdade Dom Pedro II.

E após a conclusão, se o aluno quiser cursar outra especialização que tenha a base comum à que já cursou, poderá eliminar módulos e reduzir tempo e investimento financeiro.

Na UNIFACS, haverá a possibilidade de o estudante escolher a sua trilha de formação para obter uma segunda, terceira ou quarta certificação (Multi Certificação), com aproveitamento dos seus estudos. Além disto, a universidade dá ao aluno a oportunidade de cursar módulos opcionais que agregam conhecimentos técnicos ao seu currículo, como matérias extracurriculares lecionadas em inglês.

O Estúdio Correio produz conteúdo sob medida para marcas, em diferentes plataformas.

***

Em tempos de coronavírus e desinformação, o CORREIO continua produzindo diariamente informação responsável e apurada pela nossa redação que escreve, edita e entrega notícias nas quais você pode confiar. Assim como o de tantos outros profissionais ligados a atividades essenciais, nosso trabalho tem sido maior do que nunca. Colabore para que nossa equipe de jornalistas seja mantida para entregar a você e todos os baianos conteúdo profissional. Assine o jornal.


Relacionadas