Novo apagão no Amapá atinge pelo menos 13 dos 16 municípios

brasil
08.04.2021, 21:41:23
Atualizado: 08.04.2021, 21:50:23

Novo apagão no Amapá atinge pelo menos 13 dos 16 municípios

Por volta das 21h, a empresa que administra a energia no estado informou que a linha de transmissão Jurupari-Laranjal que abastece o estado já estava reestabelecida

Em momentos como o que vivemos, o jornalismo sério ganha ainda mais relevância. Precisamos um do outro para atravessar essa tempestade. Se puder, apoie nosso trabalho e assine o Jornal Correio por apenas R$ 5,94/mês.

Um apagão atingiu pelo menos 13 dos 16 municípios do Amapá na noite desta quinta-feira, 8. O blecaute começou às 18h34 e interrompeu uma carga de 200 megawatts (MW). A recomposição da energia foi reiniciada às 19h02 e, até agora, 64 MW foram restabelecidos, de acordo com o Operador Nacional do Sistema Elétrico (ONS).

"O ONS reitera que, assim que identificou o problema, atuou prontamente para restabelecer o mais rápido possível o fornecimento de energia na região. O ONS avaliará as causas da ocorrência junto aos agentes envolvidos", disse o operador, em nota oficial.

A Companhia de Eletricidade do Amapá (CEA), distribuidora que atua no Estado, informou em nota que o apagão não foi causado por problemas de distribuição.

Segundo a empresa, o problema teria ocorrido em uma linha de transmissão de 230 kv no trecho entre Jurupari e Laranjal do Jari, divisa entre o Pará e o Amapá. De acordo com a CEA, houve interrupção do serviço em todo o Amapá, exceto no município de Oiapoque.

"Às 19h30, a CEA recebeu a autorização do Operador Nacional do Sistema (ONS) para recompor os sistemas de distribuição após a normalização do trecho da linha de transmissão. O fornecimento está sendo restabelecido de forma gradativa na capital e demais municípios afetados", disse a empresa.

Por volta de 21h, a empresa que cuida do sistema divulgou a seguinte nota: “A Linhas de Macapá Transmissora de Energia informa que já está reestabelecida a linha de transmissão Jurupari-Laranjal que abastece sua subestação de Laranjal e que na noite desta quinta-feira sofreu uma ocorrência, instantaneamente resolvida e cuja a causa está sendo avaliada. A LMTE destaca que sua subestação Macapá e os três transformadores da subestação Macapá funcionam sem intercorrências. Tal evento ocorre diariamente no Brasil, e no caso particular expõe a fragilidade do sistema de energia do Amapá que não conta com redundância devido a questão de planejamento setorial”.

***

Em tempos de coronavírus e desinformação, o CORREIO continua produzindo diariamente informação responsável e apurada pela nossa redação que escreve, edita e entrega notícias nas quais você pode confiar. Assim como o de tantos outros profissionais ligados a atividades essenciais, nosso trabalho tem sido maior do que nunca. Colabore para que nossa equipe de jornalistas seja mantida para entregar a você e todos os baianos conteúdo profissional. Assine o jornal.


Relacionadas