O ressignificado dos saberes tradicionais

especiais patrocinados
18.02.2020, 19:06:13
Atualizado: 18.02.2020, 19:23:22
(Shutterstock)
Estúdio Correio -

O ressignificado dos saberes tradicionais

Atualizar habilidades técnicas é fundamental para se manter competitivo

O Correio oferece acesso livre a todas as notícias relacionadas ao coronavírus. Entendemos que informação séria e confiável é importante nesse momento. Colabore para que isso continue. Assine o Correio.


Quando se fala no futuro das profissões é comum pensar que campos mais tradicionais do saber, a exemplo do Direito, da Medicina e da Engenharia, estão enraizados em conceitos e práticas imutáveis, porém, ao analisar de maneira mais cautelosa, essas são algumas das áreas que atendem diretamente ao ser humano e estão sendo chamadas a se reiventarem em larga velocidade. 

Os novos cursos de pós-graduação oferecem aos profissionais que já atuam nesses setores grandes benefícios que passam por experiência, networking, conexões com as inovações e atualização técnica. Renata Sérgio, pró-reitora de Pós-Graduação do Ibmec, ressalta: “O conhecimento muda constantemente e mesmo os profissionais de áreas tradicionais precisam estar conectados às inovações do mercado”. 

Áreas que atendem diretamente ao ser humano precisam se reinventar

Se a pessoa já tem muitos anos de atuação e sente que precisa de atualização, por que não voltar a estudar e optar por umanova pós? De acordo com Renata Sérgio, a motivação para isso “tem a ver com as interações que podem acontecer na sala de aula, muito voltado a networking, compartilhar experiências e, acima de tudo, atualizar as habilidades técnicas”.

Ana Thereza Meirelles, coordenadora da Pós-graduação em Direito Médico, da Saúde e Bioética da Faculdade Baiana de Direito, comenta que as áreas tradicionais, como o Direito, também contam com a possibilidade de serem ressignificadas e redelineadas para atenderem às demandas atuais relacionadas ao exercício da profissão jurídica. 

“O Direito Médico, enquanto um nicho de especialização, surge justamente nesse contexto, a partir da necessidade de aprofundar o conhecimento tradicionalmente concebido nos âmbitos do Direito Civil, Penal e Constitucional. O caminho para a qualificação adequada no âmbito do Direito é a busca pela profundidade de temáticas que integram as áreas tradicionalmente concebidas, mas que hoje demandam um grau de especialização diferenciada para fins de uma atuação profissional exitosa”, pontua.

A disposição para optar por uma pós, mesmo tendo que se dividir o tempo com as demandas do trabalho no cotidiano, é um desafio especial da contemporaneidade. A afinidade com o conteúdo a ser estudado é sempre o melhor caminho.

Assim, o estímulo ao estudo, no contexto das extensas e cansativas atividades de trabalho, deve partir do pressuposto da afinidade com a área na qual se pretende atuar. Organizar as atividades cotidianas também facilita a administração do tempo em prol de destiná-lo à busca por uma especialização. 

Transformação
O professor Ruy Andrade, coordenador do curso de Pós-Graduação L.L.M em Direito Empresarial da Faculdade Baiana de Direito, ressalta que a área  passa por um profundo processo de transformação, tanto em relação ao seu papel social quanto em relação ao trabalho desempenhado pelos profissionais.

O Direito também passa a, progressivamente, se tornar mais interdisciplinar, se integrando a tantas outras áreas do conhecimento, tais quais a Economia, Psicologia, Administração, Medicina e as várias faces da tecnologia.

A parte humana não será substituída pela tecnologia

E ainda: já se fala muito sobre a automação de várias etapas do trabalho do advogado, e, embora ainda não se saiba ao certo qual será o real rumo desta realidade, pode ser extremamente transformador para a atividade.

“Ainda não temos como ter certeza de quais as transformações serão implementadas no curto prazo, mas sabemos  que o trabalho das profissões jurídicas passa e continuará passando por uma revolução. Certamente, profissionais e escritórios de advocacia precisarão mudar a forma como interagem e trabalham, sob pena de ficarem completamente fora do mercado. Cabe aos advogados se posicionarem diante desta nova realidade, e há várias possíveis opções”, ressalta Ruy. 

Tanto no Direito quanto em outras atividades, os profissionais precisarão utilizar a tecnologia e recursos como a inteligência artificial como um auxiliares para se atualizarem, retirando de suas rotinas uma série de atribuições mecânicas e repetitivas, focando o seu tempo em outras funções, nas quais as suas qualidades técnicas, profissionais e pessoais são melhor exploradas. Precisarão, inclusive, reforçar suas aptidões técnicas e terão a oportunidade de fazer um trabalho ainda mais qualificado. 

Já outros poderão se envolver ainda mais com a tecnologia, adquirindo habilidades e conhecimento para atuação com computação e inteligência artificial. Os que conseguirem fazer isso ocuparão, consequentemente, posições estratégicas nas organizações. O certo é que a parte humana seja do advogado, do médico ou do engenheiro não será substituída pelo pela tecnologia.

No caso dos advogados, por exemplo, algumas atividades exigem interações pessoais: processos de mediação, arbitragem, negociação e mesmo para muito do trabalho consultivo. Nestes casos, o aspecto humano-relacional será o definidor.

O Estúdio Correio produz conteúdo sob medida para marcas, em diferentes plataformas.

***

O CORREIO entende a preocupação diante da pandemia do novo coronavírus e que a necessidade de informação profissional nesse momento é vital para ajudar a população. Por isso, desde o dia 16 de março, decidimos abrir o conteúdo das reportagens relacionadas à pandemia também para não assinantes. O CORREIO está fazendo um serviço de excelência para te manter a par de todos os últimos acontecimentos com notícias bem apuradas da Bahia, Brasil e Mundo. Colabore para que isso continue sendo feito da melhor forma possível. Assine o jornal.


Relacionadas
Correio.play
https://www.correio24horas.com.br/noticia/nid/cronista-da-velha-sao-salvador-riachao-imprimiu-marca-pessoal-no-samba/
Cantor e compositor morreu na madrugada de segunda-feira (30), aos 98 anos
Ler Mais
https://www.correio24horas.com.br/noticia/nid/com-musica-dedicada-a-babu-baco-exu-do-blues-lanca-novo-album/
Com 9 músicas, incluindo faixas com críticas a Bolsonaro, EP foi disponibilizado nesta segunda-feira (30)
Ler Mais
https://www.correio24horas.com.br/noticia/nid/itau-cultural-lanca-webserie-gratuita-sobre-preconceito-violencia-e-desigualdade/
Nos primeiros episódios, Novo Mundo traz depoimentos de pastores evangélicos e é opção de reflexão nos dias de quarentena
Ler Mais
https://www.correio24horas.com.br/noticia/nid/salvador-unida-das-janelas-moradores-cantam-parabens-para-salvador/
O CORREIO convidou e soteropolitanos confinados aderiram ao aniversário coletivo de 471 anos da capital
Ler Mais
https://www.correio24horas.com.br/noticia/nid/gusttavo-lima-quebra-recorde-do-youtube-com-live-direto-de-sua-casa/
Foram 5h de show, 750 mil acessos simultâneos e 10 milhões de visualizações
Ler Mais
https://www.correio24horas.com.br/noticia/nid/coronavirus-sindico-instala-pia-na-entrada-de-predio-para-ajudar-vizinhos-idosos/
Espanhol radicado na Bahia decidiu ajudar na higiene no prédio que é síndico em Salvador
Ler Mais
https://www.correio24horas.com.br/noticia/nid/a-fe-nao-costuma-faia-como-manter-a-religiao-em-isolamento/
O amparo na religiosidade é a salvação para muitos soteropolitanos; tecnologia é aliada
Ler Mais
https://www.correio24horas.com.br/noticia/nid/janelas-da-quarentena-do-dj-ao-saxofone-vizinhos-transformam-isolamento-em-uniao/
Baiano é outro nível... Nos últimos dias, movimento tomou conta de Salvador: tem até Carnaval dentro de casa; confira
Ler Mais