Olhar de Santa Dulce impressiona em obra inaugurada nesta sexta (17)

salvador
17.01.2020, 20:19:00
Atualizado: 17.01.2020, 21:20:59
Obra atraiu atenção e pode ser vista de longe (Foto: Betto Jr/ CORREIO )

Olhar de Santa Dulce impressiona em obra inaugurada nesta sexta (17)

Painel foi produzido por Eduardo Kobra e fica na fachada do Shopping Barra

Em momentos como o que vivemos, o jornalismo sério ganha ainda mais relevância. Precisamos um do outro para atravessar essa tempestade. Se puder, apoie nosso trabalho e assine o Jornal Correio por apenas R$ 5,94/mês.

Foram os tambores da banda Didá que deram o tom inicial da festa. As meninas foram convidadas para fazer a inauguração do painel que homenageia uma das mulheres mais importantes da história da Bahia, Santa Dulce dos Pobres. Enquanto isso, o artista plástico Eduardo Kobra subia cerca de 15 metros com a ajuda de um guindaste para assinar a obra feita na fachada do Shopping Barra, nesta sexta-feira (17).

Obra atraiu a atenção do público (Foto: Betto Jr/ CORREIO)

Dulce tinha 1,47 m de altura, mas nas mãos do artista se tornou uma gigante de 33 metros. O painel tem 9 metros de largura e reproduz a imagem da santa abraçando uma criança, um ato maternal muito comum da mulher que teve coragem para desafiar a igreja. Aos olhos da sobrinha dela e superintendente das Obras Sociais Irmã Dulce, Maria Rita Pontes, é o olhar que torna a imagem mais marcante.

“É uma linda homenagem, feita em tão poucos dias. Agora, Santa Dulce vai fazer parte das obras de Kobra divulgadas internacionalmente, então, é uma honra. Amei o resultado, principalmente, esse olhar dela porque, de onde a gente está, parece que ela está olhando para a gente. Um olhinho mais fechado que é do abraço e que ele teve muita sensibilidade em retratar. Ficou fantástico”, disse.

Foram 8 minutos de queima de fogos (Foto: Betto Jr/ CORREIO)

Kobra abusou das cores, como é uma marca do artista, e construiu uma Dulce bem brasileira. Autor de diversas obras nos cinco continentes, entre elas figuras como Martin Luther King, Madre Teresa de Calcutá, John Lennon, Alfred Nobel, Bob Marley e Nelson Mandela, ele contou que pintar a primeira santa brasileira foi um desafio.

“Minha ideia é que não seja apenas uma pintura, mas que as pessoas passem todos os dias e se lembrem desse exemplo de pessoa, exemplo de vida, de afeto, carinho, solidariedade e amor pelo próximo que foi irmã Dulce”, disse. E completou. “Foram dez dias de trabalho, das 8h às 20h. Fiz toda uma pesquisa histórica e iconográfica para encontrar as melhores imagens para conseguir fazer essa releitura. Foram vários estudos para chegar nesse resultado”, afirmou.

Kobra logo após a assinatura da obra (Foto: Betto Jr/ CORREIO)

O método de produção de Eduardo Kobra é intenso. E foi o sobe e desce frenético do artista no guindaste que chamou a atenção da diretora de marketing da Enashopp, empresa que administra o shopping, Mirela Cubilhas, durante os últimos dias.

“A gente está muito feliz com o resultado. Ao longo desse período, foram muitas emoções diferentes porque a gente via um sonho se tornando realidade. Foi um trabalho de mais de um ano desde a ideia até virar uma realidade. Ele surpreendeu todas as expectavas. E o método de trabalho dele é impressionante. Ele descia, atravessava a rua para ver como estava a obra. Voltava, descia de novo e olhava por outro ângulo. Foi lindo”, afirmou.

Equipe comemorou o resultado (Foto: Betto Jr/ CORREIO)

Desde que o painel com a imagem de Santa Dulce dos Pobres começou a ser pintado, na semana passada, o assunto ganhou as redes sociais, os grupos de Whatsapp e as rodas de conversa. É difícil encontrar alguém que não tenha visto o painel pessoalmente ou através da tela do celular. A promotora de vendas Rafaela Souza, 36 anos, foi uma das pessoas que pararam para admirar a obra.

“É uma homenagem muito linda. Santa Dulce foi um exemplo para todos nós, de dedicação e amor. Minha família é católica e ficamos muito felizes com a canonização dela. Além de deixar a cidade mais bonita, esse painel reforça a importância das atitudes dela de carinho e amor ao próximo”, afirmou.

Kobra recebe o carinho do público (Foto: Betto Jr/ CORREIO)

Santa Dulce passou a vida ajudando doentes e necessitados a ter esperança em um mundo melhor e mais colorido, mas, dessa vez, será ela quem vai receber olhares admirados e atraídos pelas cores.  

***

Em tempos de coronavírus e desinformação, o CORREIO continua produzindo diariamente informação responsável e apurada pela nossa redação que escreve, edita e entrega notícias nas quais você pode confiar. Assim como o de tantos outros profissionais ligados a atividades essenciais, nosso trabalho tem sido maior do que nunca. Colabore para que nossa equipe de jornalistas seja mantida para entregar a você e todos os baianos conteúdo profissional. Assine o jornal.


Relacionadas