Ônibus pega fogo na Rótula do Abacaxi

salvador
14.02.2020, 09:05:33
Atualizado: 14.02.2020, 10:34:25
(Foto: Corpo de Bombeiros/Divulgação)

Ônibus pega fogo na Rótula do Abacaxi

As chamas consumiram todo o veículo; Não houve feridos

Em momentos como o que vivemos, o jornalismo sério ganha ainda mais relevância. Precisamos um do outro para atravessar essa tempestade. Se puder, apoie nosso trabalho e assine o Jornal Correio por apenas R$ 5,94/mês.

Um ônibus pegou fogo na manhã desta sexta-feira (14) na Rótula do Abacaxi. As chamas consumiram o coletivo do Consórcio Integra CSN (Concessionária Salvador Norte) que fazia a linha Estação Mussurunga / Barra I. O Corpo de Bombeiros esteve no local e controlou as chamas. Não houve feridos. A causa do acidente será determinada com uma perícia.   O incêndio começou por volta das 8h, em frente à estação do metrô do Acesso Norte. “O carro começou a sair fumaça do motor, havia umas 50 pessoas. Fomos orientando e as pessoas saíram tranquilamente e colocamos todo mundo num outro carro”, contou o motorista do ônibus Juarez silva do Araújo. 

Foto: Marina Silva/ CORREIO

O veículo começou a pegar fogo logo após a decida dos passageiros. “Como todo mundo já estava seguro, peguei o extintor e fui ao sentido ao motor, mas as chamas estavam incontroláveis e acionamos os bombeiros”, disse Araújo. 

O Corpo de Bombeiros chegou cinco minutos depois, mas não conseguiram evitar com as chamas consumissem todo o coletivo.  Por conta do incêndio, o trânsito está congestionado, segundo a Superintendência de Transito (Transalvador). 

Em nota envia ao CORREIO, a Concessionária Salvador Norte (CSN) informou que "as causas do sinistro estão sob investigação e serão divulgadas após resultado do exame pericia".  Veja vídeo do Corpo de Bombeiros: 


 

***

Em tempos de coronavírus e desinformação, o CORREIO continua produzindo diariamente informação responsável e apurada pela nossa redação que escreve, edita e entrega notícias nas quais você pode confiar. Assim como o de tantos outros profissionais ligados a atividades essenciais, nosso trabalho tem sido maior do que nunca. Colabore para que nossa equipe de jornalistas seja mantida para entregar a você e todos os baianos conteúdo profissional. Assine o jornal.


Relacionadas