Pai dos goleiros Alisson e Muriel, ex-Bahia, morre afogado em barragem

brasil
25.02.2021, 00:49:43
Atualizado: 25.02.2021, 01:07:45
(Lucas Figueiredo/CBF)

Pai dos goleiros Alisson e Muriel, ex-Bahia, morre afogado em barragem

José Agostinho Becker tinha 57 anos e se afogou após desaparecer em uma barragem dentro de uma propriedade da família

Em momentos como o que vivemos, o jornalismo sério ganha ainda mais relevância. Precisamos um do outro para atravessar essa tempestade. Se puder, apoie nosso trabalho e assine o Jornal Correio por apenas R$ 5,94/mês.

O pai dos goleiros Alisson, do Liverpool, e Muriel, ex-Bahia, José Agostinho Becker morreu afogado, após desaparecer em uma barragem, nesta quarta-feira (24). 

O pai dos jogadores mergulhou em uma barragem que fica em uma propriedade da família, na localidade do Rincão do Inferno, na cidade de Lavras do Sul, município a 320 km de Porto Alegre. 

José Agostinho entrou na água por volta das 17h e desapareceu. Seu corpo foi encontrado no final da noite e pouco antes da 00h desta quinta (25), a assessoria de imprensa do goleiro do Liverpool e da Seleção e o Corpo de Bombeiros confirmou a morte de José Agostinho.

Após a confirmação, alguns clubes se manifestaram lamentando a morte do pai dos goleiros. O Fluminense, clube atual de Muriel, foi um dos que se pronunciou, assim como o Internacional, clube onde os irmãos foram formados. O Vasco também lamentou a morte de José Agostinho.

“O Fluminense Football Club lamenta profundamente o falecimento de José Agostinho Becker, pai dos goleiros Muriel e Alisson. Desejamos toda a força aos amigos e familiares”

Internacional, clube que formou os dois goleiros, lamentou a morte de José Agostinho
O Vasco foi outro clube que lamentou a morte do pai dos irmãos goleiros


***

Em tempos de coronavírus e desinformação, o CORREIO continua produzindo diariamente informação responsável e apurada pela nossa redação que escreve, edita e entrega notícias nas quais você pode confiar. Assim como o de tantos outros profissionais ligados a atividades essenciais, nosso trabalho tem sido maior do que nunca. Colabore para que nossa equipe de jornalistas seja mantida para entregar a você e todos os baianos conteúdo profissional. Assine o jornal.


Relacionadas