Palestrante fala sobre desafios para o desenvolvimento dos transportes 

agenda bahia
30.08.2017, 21:10:02
Atualizado: 30.08.2017, 23:34:00
(Evandro Veiga/CORREIO)

Palestrante fala sobre desafios para o desenvolvimento dos transportes 

Luis Antonio Lindau, diretor do WRI Brasil, destacou importância de integrar modais

Em momentos como o que vivemos, o jornalismo sério ganha ainda mais relevância. Precisamos um do outro para atravessar essa tempestade. Se puder, apoie nosso trabalho e assine o Jornal Correio por apenas R$ 5,94/mês.

A palestra DOTS: Como estimular e financiar o planejamento sustentável das cidades, comandada pelo engenheiro civil Luis Antonio Lindau, diretor do World Resources Institute (WRI) Brasil para Cidades Sustentáveis, falou sobre a importância de se ter um planejamento de longo prazo para a área de transportes, priorizando a implantação de um plano integrado entre os modais. A apresentação, que faz parte do seminário Cidades, segundo evento do Fórum Agenda Bahia 2017, foi realizada na tarde desta quarta-feira (30), na sede da Federação das Indústrias da Bahia (Fieb), no Stiep.

Durante sua exposição, Lindau explicou o conceito e a viabilização do DOTS, sigla para Desenvolvimento Orientado pelo Transporte Sustentável. “Para viabilizar o DOTS, tem que achar um mecanismo de financiamento e contar com a participação da iniciativa privada para captar recursos que possam ser usados pela cidade na implantação de toda operação. Ou seja, vamos supor que se, em certo local, está prevista a construção de prédios e elevados para uma certa classe social ou escritórios, tem que exercitar uma espécie de cobrança de tal forma que a gente possa agora, com esse dinheiro, construir as áreas de uso comum”, afirmou o engenheiro civil pela UFRGS e PhD em Transportes pela Universidade de Southampton.

“Isso não nasce naturalmente do projeto. Isso precisa ser estimulado de alguma forma. Então, pra a gente fazer isso, é preciso gerar esses recursos a partir de investimentos. Aquele investimento que está sendo feito ali vai qualificar o bairro e tornar ele nessa dimensão humana, nessa dimensão integrada na sociedade”, continuou Lindau.

Ele lembra que, atualmente, nas grandes cidades brasileiras, a maior parte da população precisa realizar longos deslocamentos. “A gente gostaria que as coisas fossem mais compactas. Essa é a ideia do DOTS, mas elas não são hoje. Esses longos deslocamentos não deveriam ser realizados por carros, motos ou pelo transporte privado. Aí a gente teria que ter um transporte coletivo com uma qualidade melhor do que a gente tem hoje. Um sistema superintegrado, um ótimo sistema que eu acho que vocês estão em parte construindo com o metrô, agora vem os recursos do BRT que vai possibilitar a implantação desse transporte em corredores e começar com isso montar uma rede”, situou ele. 

Lindau também comentou a aprovação do PDDU, em Salvador. “Eu entendo que Salvador tem um Plano Diretor que foi recém revisto e que, aparentemente, abre boas oportunidades para implantar DOTS, na medida em que já fala de usos mistos, habitação de interesse social também junto com outras, a questão de ter já definido os grandes eixos de transporte, onde a cidade deve adensar”, analisou.

Evento

Em 2017, na oitava edição do Agenda Bahia, as novidades começaram com a maratona de programação Hackathon+Salvador, que criou um banco de sugestões para o Centro Histórico.                    

O Fórum Agenda Bahia 2017 é uma realização do CORREIO, com apoio institucional da Prefeitura Municipal de Salvador (PMS), Federação das Indústrias do Estado da Bahia (Fieb) e Rede Bahia; patrocínio da Braskem, Coelba e Odebrecht; e apoio da Revita.

***

Em tempos de coronavírus e desinformação, o CORREIO continua produzindo diariamente informação responsável e apurada pela nossa redação que escreve, edita e entrega notícias nas quais você pode confiar. Assim como o de tantos outros profissionais ligados a atividades essenciais, nosso trabalho tem sido maior do que nunca. Colabore para que nossa equipe de jornalistas seja mantida para entregar a você e todos os baianos conteúdo profissional. Assine o jornal.


Relacionadas