Para turistas, Salvador é a cidade da praia; para moradores, cinema vem primeiro

salvador
29.03.2019, 04:20:00
Atualizado: 29.03.2019, 09:37:00
(A praia foi a mais buscada por quem não é de Salvador, nos últimos 12 meses (Foto: Marina Silva/CORREIO))

Para turistas, Salvador é a cidade da praia; para moradores, cinema vem primeiro

Levantamento feito pelo Google com exclusividade para o CORREIO mostrou as buscas mais comuns associadas à cidade

Em momentos como o que vivemos, o jornalismo sério ganha ainda mais relevância. Precisamos um do outro para atravessar essa tempestade. Se puder, apoie nosso trabalho e assine o Jornal Correio por apenas R$ 5,94/mês.

Responda rápido: se pudesse associar Salvador a uma única palavra, o que seria? Se você estiver lendo isso aqui, na capital baiana mesmo, é possível que a resposta seja uma. Se estiver lendo em qualquer outro lugar do Brasil, é bem provável que a resposta seja completamente diferente. 

Para o resto do país, a felicidade em Salvador tem nome curto e está distribuída ao longo de 98 quilômetros de Orla marítima: a praia. Um levantamento feito pelo Google, a pedido do CORREIO, revelou que as buscas sobre praias em Salvador foram as mais comuns, entre os forasteiros, nos últimos 12 meses. Já por aqui, a preferência é outra: soteropolitanos e radicados na cidade buscaram muito mais sobre cinema do que por um dia de sol diante do mar, no mesmo período. 

CLIQUE AQUI E CONFIRA ESPECIAL 'FELIZ-CIDADE' SOBRE OS 470 ANOS DE SALVADOR 

Turistas pesquisam mais sobre praias do que sobre festas, “o que fazer na cidade” e sobre comida – respectivamente, o segundo, o terceiro e o quarto resultados mais frequentes. De fato, o que não falta é gente que, como a advogada carioca Maria Prevot, 53, escolhe vir a Salvador para aproveitar as belezas naturais. Em suas viagens para cá, conheceu praias que vão de uma ponta a outra da cidade – do Farol da Barra a Stella Maris. 

“Para mim, além da praia, vou muito em busca da energia. Você volta energizada pela cultura. Antes de eu casar e ter filhos, a gente fez muitas viagens explorando Salvador e o litoral da Bahia”, diz ela, hoje mãe de um adolescente de 16 anos e de uma menina de 10. 

Nos últimos três anos, com os filhos já maiores, conseguiu unir a tranquilidade de viajar com eles com uma movimentação maior: ficou entre Salvador e a Praia do Forte, em Mata de São João. Talvez a experiência de Maria ajude até a entender um resultado curioso revelado pelo Google: a primeira das 10 praias mais buscadas e associadas a Salvador é justamente a Praia do Forte, que não fica na cidade, mas na região metropolitana. 

“No meu caso, como estou com criança, a gente associa um local agradável para criança que também seja próximo. Numa mesma viagem, a gente que vem de longe, consegue fazer esses dois programas – tanto o mais infantil quanto o que é mais nosso também”, opina. 

Logo após a praia do Forte, a Barra lidera as buscas, seguida por outra metropolitana – a Ilha de Itaparica. Do quarto ao décimo lugar, porém, só areias soteropolitanas: Armação, Rio Vermelho, Itapuã, das Neves (em Ilha de Maré), Paciência, Ondina e Piatã. 

Até entre turistas de outras partes do estado, a praia é uma das maiores preferências. A administradora Soraia Sleimaen, 58, também costuma vir às praias da cidade, sempre que sai de Feira de Santana para cá. Entre as preferidas, estão a de Patamares e o Porto da Barra. 

Esta última também é a escolha de seu pai, um libanês de 85 anos.

O Porto da Barra é a praia de Salvador mais buscada no Google - a primeira, Praia do Forte, fica em Mata de São João (Foto: Evandro Veiga/Arquivo CORREIO)

“Ele é apaixonado pelo Porto. Sempre que vai a Salvador, só pensa em descer para o Porto. Diz que é a praia dele. Por isso, está sempre na minha programação quando estou aí: praia durante o dia e, mais tarde, o shopping”, conta Soraia. 

'Protegida'
Mas se há um lugar em que turistas podem arriscar pegar uma praia mesmo no inverno, esse lugar é Salvador. Há quem diga que o verão, aqui, dura o ano inteiro. Só que, de fato, não é só o senso comum que concorda que Salvador é beneficiada nesse sentido. Acontece que a região onde fica a cidade é influenciada, praticamente durante o ano todo, por um sistema meteorológico chamado Alta Pressão Subtropical do Atlântico Sul (Asas). 

“Isso dificulta, por exemplo, a formação daquelas grandes nuvens carregadas, apesar do calor. Dificulta, muitas vezes, a chegada das frentes frias”, explica a meteorologista Josélia Pegorim, do Climatempo.

Esse sistema também atrapalha a vinda de áreas de instabilidade da costa Norte da Região Nordeste, de estados como Rio Grande do Norte e Maranhão. Essas nuvens, normalmente, têm dificuldade para chegar a Salvador e a estados como Sergipe e Alagoas. 

É como se Salvador estivesse, durante boa parte do ano, “protegida” – pelo menos, das grandes áreas de instabilidade. No entanto, durante o outono, Salvador também tem uma época mais chuvosa. É nesse período que frentes frias que vêm da Argentina conseguem chegar à Bahia. 

“São frentes frias muito fortes, que trazem massas frias. Durante o ano, muitas frentes frias chegam até o Rio de Janeiro ou até Vitória (ES), mas não conseguem chegar até a região de Salvador”. São justamente essas frentes que trazem massas de nuvens mais carregadas, com potencial para raios, chuvas fortes, quedas de temperatura e alagamentos. 

Mesmo nessa época do ano, porém, é difícil ter muitos dias consecutivos com predomínio de tempo chuvoso. Mas, se isso for acontecer, é bem mais provável que aconteça nos meses de abril, maio e junho. Inclusive, desde quinta-feira (28), uma frente fria está atuando em Salvador. Desta sexta-feira (29) até o fim de semana, é possível haver bastante nebulosidade na cidade, além de ventos de até 60 km/h. 

Mais praiana
Os resultados de Salvador se destacam até se comparados aos de outras grandes cidades. Ainda que o Google não tenha uma análise completa de todas as capitais brasileiras, é possível apontar diferenças nos padrões de Salvador. 

"No Rio, por exemplo, que também é uma cidade praiana, "festa" está bem à frente das buscas por praia nos últimos 12 meses. Em São Paulo, "festa" também é mais popular que teatro e cinema. No caso de Salvador, "praia" é algo forte nas buscas - mas não entre os que vivem na cidade, e sim entre os que buscam de fora da Bahia sobre Salvador. Na capital baiana, entre praia e cinema, na verdade cinema sai na frente", afirma o coordenador do Google News Lab no Brasil, Marco Túlio Pires.

A pesquisa foi feita através do Google Trends, uma base de dados disponibilizada pelo Google que permite a análise de tendências de busca sobre diferentes assuntos. 

"No levantamento sobre Salvador, olhamos para uma série de assuntos relacionados à cidade de interesse da reportagem - como Carnaval, praias, festas - e analisamos como eram as buscas sobre esses temas tanto na cidade quanto fora de Salvador. Uma característica interessante de Google Trends é que não trabalhamos apenas com palavras-chave, mas também com assuntos", explica Pires.

Na telona
Entre os moradores de Salvador, ‘praia’ perde justamente para o cinema, entre os termos mais buscados. Quando se observam especificamente os cinemas, dos 10 resultados mais frequentes, nove são cinemas que ficam localizados em shoppings. O primeiro colocado, o cinema do Shopping Bela Vista, até aparece duas vezes no ranking: além da primeira posição, é o quinto mais buscado, com os termos ‘Cinépolis Bela Vista’. 

O Cinépolis, cinema do Shopping Bela Vista, lidera as buscas (Foto: Mauro Akin Nassor/Arquivo CORREIO)

De todos os cinemas, apenas um fica fora dos centros de compras: o Espaço Itaú de Cinema Glauber Rocha, o nono mais procurado pelos soteropolitanos, localizado no Centro. Isso não é necessariamente surpreendente porque, hoje, a maioria das salas de cinema estão nos shoppings, como aponta o professor do curso de Cinema da Faculdade de Tecnologia e Ciências (FTC) Lucas Ravazzano, doutor em Comunicação e Cultura Contemporâneas. 

“Nesse sentido, acaba sendo parte de uma rotina de consumo. O cinema vira parte do ‘ir ao shopping”, analisa. De fato, entidades como a Associação Brasileira de Shoppings Centers (Abrasce) reconhecem a importância dos cinéfilos entre os frequentadores dos centros de compras. Até mesmo porque alguém que vai ver um filme no shopping não paga somente o ingresso – no mínimo, paga também o valor do estacionamento ou um lanche na praça de alimentação. 

“Hoje, se tornou indispensável construir um shopping com cinema. No Brasil, temos operadores extraordinários e o cinema tem evoluído. Tem salas vip, além das tradicionais, para públicos mais exigentes”, diz o coordenador regional da Abrasce, Edson Piaggio. 

Mesmo assim, o professor Lucas Ravazzano diz ter fica surpreso com o fato de o cinema ter dominado as buscas. Nos últimos anos, com o grande número de filmes em 3D e 4D, além da expansão de salas ‘vip’, o preço dos ingressos aumentou. 

“Nesse afã de recuperar o público perdido para internet, plataformas de streaming e pirataria, o cinema tem trazido isso do 3D e das salas plus, mas encareceu a maioria dos grandes lançamentos. Um filme da Marvel, por exemplo, a gente quase não acha em salas que não sejam 3D ou 4D”, pontua. 

Para cinéfilos como o pesquisador Wanderley Teixeira, 32, ir ao cinema faz parte da rotina. Pelo menos uma vez por semana, está diante da telona. “Minha relação com o cinema virou minha profissão, virou minha carreira. Depois que eu fiz Jornalismo, eu fui para a academia e, no mestrado e doutorado, minha pesquisa acabou voltando para a área de cinema”, explica. 

O Glauber Rocha foi o único cinema que não fica em shopping que apareceu na lista dos mais buscados (Foto: Arisson Marinho/Arquivo CORREIO)

Ele acredita que, mesmo com mecanismos que encareçam o preço dos ingressos, o interesse pela sétima arte não diminuiu. Dono do site Chovendo Sapos, onde escreve sobre cinema desde 2006, ele diz ter notado um aumento do interesse por produções que estão em plataformas como a Netflix. “Mas ainda continuo percebendo as pessoas indo à sala de cinema ver o que estão passando. As pessoas estão cada vez mais interessadas”. 

Confira todos os resultados do levantamento feito pelo Google

Ranqueamento de assuntos relacionados a Salvador, no Brasil (excluindo a Bahia), últimos 12 meses:
1. Praia
2. Festa
3. O que fazer em Salvador?
4. Comida
5. Cinema

Principais praias de Salvador, no Brasil (excluindo a Bahia), últimos 12 meses:
1. praia do forte
2. praia da barra
3. ilha de itaparica
4. praia da armação
5. rio vermelho salvador
6. praia de itapuã
7. praia das neves
8. praia da paciência
9. praia de ondina
10. praia de piatã


Ranqueamentos de assuntos relacionados a Salvador a partir das buscas, em Salvador, últimos 12 meses:
1. Cinema
2. Praia
3. Festa
4. Comida
5. Teatro

Principais cinemas de Salvador nas buscas, em Salvador, últimos 12 meses:
1. cinema bela vista
2. cinema shopping barra
3. cinema shopping paralela
4. cinema salvador shopping
5. cinepolis bela vista
6. cinemark salvador shopping
7. cinema salvador norte
8. shopping barra cinema
9. glauber rocha cinema
10. cinema iguatemi salvador

Buscas mais frequentes com as palavras-chave "em Salvador", na cidade de Salvador, últimos 12 meses:
1. Tempo em Salvador
2. Empregos em Salvador
3. Restaurantes em Salvador
4. Circo em Salvador
5. Temperatura em Salvador
6. Clima em Salvador
7. Cinema em Salvador
8. Churrascaria em Salvador
9. Eventos em Salvador
10. Resort em Salvador

Buscas mais frequentes com as palavras-chave "em Salvador", fora do Brasil, últimos 12 meses (traduzido do inglês):
1. hora em Salvador
2. cidades em salvador
3. comida em salvador
4. dinheiro em salvador
5. cães em salvador
6. índios em Salvador
7. Carnaval de Salvador
8. praia em Salvador
9. temperatura em Salvador
10. férias em Salvador

Principais buscas sobre o assunto felicidade em Salvador, últimos 12 meses:
1. feliz aniversario amiga
2. frases de felicidade
3. feliz aniversario amor
4. feliz aniversario amigo
5. feliz aniversário prima
6. feliz aniversario tia
7. feliz aniversario irmã

Principais buscas sobre o assunto alegria em Salvador, últimos 12 meses:
1. frases de alegria
2. trem da alegria
3. vila da alegria
4. xote da alegria
5. clube da alegria
6. ousadia e alegria
7. doutores da alegria
8. universo da alegria

***

Em tempos de coronavírus e desinformação, o CORREIO continua produzindo diariamente informação responsável e apurada pela nossa redação que escreve, edita e entrega notícias nas quais você pode confiar. Assim como o de tantos outros profissionais ligados a atividades essenciais, nosso trabalho tem sido maior do que nunca. Colabore para que nossa equipe de jornalistas seja mantida para entregar a você e todos os baianos conteúdo profissional. Assine o jornal.


Relacionadas