'Parece que chegou um peso', admite diretor de futebol do Bahia

e.c. bahia
07.11.2019, 13:09:00
Diretor de futebol do Bahia, Diego Cerri reconhece queda de produção do time no Brasileirão (Felipe Oliveira/ECBahia)

'Parece que chegou um peso', admite diretor de futebol do Bahia

Diego Cerri reconhece que busca por vaga na Libertadores mexeu com o elenco tricolor

O Bahia já teve algumas oportunidades no segundo turno do Brasileirão para entrar no G6, mas não conseguiu se firmar entre os times que brigam por uma vaga na Libertadores de 2020. Já são cinco jogos sem vencer.

Na noite de quarta-feira (6), o tricolor empatou em 1x1 com o vice-lanterna Chapecoense, na Fonte Nova. Na avaliação do diretor de futebo clube, Diego Cerri, o grupo sentiu a pressão, o que influenciou no desempenho da equipe. 

"Não adianta brigar com os fatos. A gente não vem jogando bem. Parece que chegou um peso em todo mundo com essa busca pela Libertadores, mas a gente sabe que é um grupo que só tem homens de caráter, que estão empenhados em buscar. Outras equipes passaram por esse momento em outra fase do campeonato. Estamos passando num momento em que criamos expectativa. É colocar a cabeça no lugar para voltar a render", afirmou o dirigente após o jogo contra a Chapecoense, em entrevista à Rádio Transamérica.

Cerri preferiu não comentar sobre a formação do elenco tricolor para a temporada 2020. "O momento é de focar no Brasileiro. Temos que encerrar bem. Por nós, pelo clube e pela torcida. Hoje estamos na melhor colocação do Bahia nos pontos corridos, mas temos que encerrar bem. Mais do que tudo temos que recuperar o bom futebol para nos levar a uma pontuação mais alta. Todo nosso foco está nesse sentido", garantiu.

O Bahia volta a jogar domingo (10), às 18h, no Maracanã. O tricolor vai enfrentar o Flamengo, líder do campeonato, com 71 pontos. A equipe comandada por Roger Machado soma 43 e está em 9º lugar.

***

Em tempos de desinformação, o CORREIO continua produzindo diariamente informações nas quais você pode confiar. E para isso precisamos de uma equipe de colaboradores e jornalistas apurando os fatos e se dedicando a entregar conteúdo de qualidade e feito na Bahia. Já pensou que você além de se manter informado com conteúdo confiável, ainda pode apoiar o que é produzido pelo jornalismo profissional baiano? E melhor, custa muito pouco. Assine o jornal.


Relacionadas