'Pensou de forma medíocre', diz Maia sobre plano de Guedes para crise do coronavírus

brasil
13.03.2020, 10:34:43
Atualizado: 16.03.2020, 06:53:18
(Foto: Agência Câmara)

'Pensou de forma medíocre', diz Maia sobre plano de Guedes para crise do coronavírus

Presidente da Câmara disse que programa do ministro não tem 'quase nada' para o curto prazo

Em momentos como o que vivemos, o jornalismo sério ganha ainda mais relevância. Precisamos um do outro para atravessar essa tempestade. Se puder, apoie nosso trabalho e assine o Jornal Correio por apenas R$ 5,94/mês.

O presidente da Câmara dos Deputados, Rodrigo Maia (DEM-RJ), criticou a postura do ministro da Economia no combate a crise econômica causada pelo coronavírus. Em entrevista a Folha, o parlamentar classificou como "medíocre" o pensamento adotado por Guedes.

Na sua opinião, o governo tem de apresentar medidas de curto prazo para discussão. Segundo ele, a ausência disso incomodou deputados e senadores que se reuniram com o ministro Paulo Guedes na quarta (11). 

“Guedes não tinha uma coisa organizada ou não quis falar. Se olhar os projetos, tem pouca coisa que impacte a agenda de curto prazo ou quase nada”, disse.

As propostas econômicas em andamento no Congresso, listadas por Guedes em ofício enviado aos parlamentares na terça (10), segundo o deputado, não resolvem a turbulência dos próximos meses. 

Na conversa com a Folha, Maia defendeu que a reforma administrativa, ainda a ser enviada pelo governo, não é uma solução no momento. “A reforma administrativa estar atrasada incomodava até 15 dias atrás”, afirmou.

O presidente da Câmara disse ainda que terá sido “medíocre” se Guedes pensou em transferir a responsabilidade para os deputados sobre a solução da crise ao ter cobrado a votação da agenda. “Não posso acreditar que um homem de 70 anos, com a experiência dele, tenha mandado isso com essa intenção. A crise é tão grande que a gente não tem direito de imaginar que o ministro da Economia de uma das maiores economias do mundo possa ter pensado de forma tão medíocre.”

***

Em tempos de coronavírus e desinformação, o CORREIO continua produzindo diariamente informação responsável e apurada pela nossa redação que escreve, edita e entrega notícias nas quais você pode confiar. Assim como o de tantos outros profissionais ligados a atividades essenciais, nosso trabalho tem sido maior do que nunca. Colabore para que nossa equipe de jornalistas seja mantida para entregar a você e todos os baianos conteúdo profissional. Assine o jornal.


Relacionadas