Pertences de vítima da covid-19 desaparecem no Hospital Espanhol: 'Furtaram tudo'

coronavírus
23.06.2020, 13:19:00
Atualizado: 23.06.2020, 13:19:18
(Foto: Acervo Pessoal)

Pertences de vítima da covid-19 desaparecem no Hospital Espanhol: 'Furtaram tudo'

WhatsApp de Benedita Fernandes dos Santos chegou a aparecer 'online' um dia após a sua morte

Mais de uma semana após a morte de Benedita Fernandes dos Santos, vítima do coronavírus, os familiares ainda não conseguiram recuperar os pertences dela. Eles já procuraram por diversas vezes o Hospital Espanhol, onde a idosa estava internada, e a unidade de saúde não conseguiu localizar os bens da falecida. Benedita morreu no último dia 15 aos 69 anos.

A demora e a falta de informação faz com que os familiares suspeitem de furto. O motorista Leandro Fernandes, filho da vítima, já foi até a delegacia registrar um boletim de ocorrência.

"Com certeza foi tudo furtado. Tanto que a morte dela consta como ocorrida às 18h30 do dia 15 e às 9h57 do dia 16 o WhatsApp dela aparecia online. Com certeza alguém que não é da família pegou o aparelho", aponta.

Além do celular, também estão desaparecidos o carregador, documentos, bolsa, relogio, bengala, roupas íntimas, um casaco, cosméticos e um terço. Para Leandro, o problema não é nem o valor material dos objetos, mas o apego sentimental.

"No celular dela, por exemplo, tinham diversas fotos, memórias que queremos recuperar. Também tem a questão de contatos que existiam apenas lá. Até hoje tem gente que não sabe que minha mãe morreu porque não conseguimos entrar em contato", diz.

Leandro já chegou a ir pessoalmente ao hospital para resolver a situação e, ao chegar lá e conversar com a assistente social, foi informado que não sabiam do paradeiro dos objetos pessoals de Benedita. "Já não basta eu ter perdido minha mãe, ainda preciso passar por isso", lamenta.

No dia que ele foi ao hospital ele encontrou três famílias com problemas similares ao dele. Duas não conseguiram reaver nenhum bem do ente falecido, enquanto outra conseguiu apenas as roupas enquanto o celular estava sumido.

Posição do hospital
Em nota, o Hospital Espanhol informou que está apurando a pendência na devolução dos objetos pessoas de Benedita. A instituição garante que o contato com a família está sendo realizado para esclarecimentos e providências que forem necessárias, com o objetivo de solucionar o fato.

Além disso, o hospital informou que diante das informações recebidas sobre a falta de devolução de pertences pessoais de alguns pacientes, o foi criada uma Comissão de Cuidados do Paciente e Gestão de Risco, buscando aprimorar a qualidade da segurança oferecida.

*Com orientação da chefe de reportagem Perla Ribeiro

***

Em tempos de coronavírus e desinformação, o CORREIO continua produzindo diariamente informação responsável e apurada pela nossa redação que escreve, edita e entrega notícias nas quais você pode confiar. Assim como o de tantos outros profissionais ligados a atividades essenciais, nosso trabalho tem sido maior do que nunca. Colabore para que nossa equipe de jornalistas seja mantida para entregar a você e todos os baianos conteúdo profissional. Assine o jornal.


Relacionadas