Polícia apreende 158 espadas em Senhor do Bonfim

bahia
23.06.2021, 14:12:00
Dono das espadas conseguiu fugir (Foto: Divulgação/Polícia Civil)

Polícia apreende 158 espadas em Senhor do Bonfim

Guerra de espadas é tradição no município e está criminalizada na Bahia desde 2011

Cento e cinquenta e oito espadas foram apreendidas na manhã desta quarta-feira (23), por policiais da Delegacia Territorial de Cruz das Almas. Os artefatos foram encontrados na residência de um homem, localizada na Rua E, bairro Inocoop, ele conseguiu fugir, mas já foi identificado pelos policiais. 

Na casa também foram encontrados duas máquinas furadeiras, dois sacos com pólvora e carvão, uma marreta, seis macetes de metal, 12 folhas de papel laminado, um pilão de madeira e duas ferramentas conhecidas como suvelas. 

Delegado titular da DT de Cruz das Almas, Cristóvão Éder explica que a véspera e o dia de carnaval são os de maiores registros de espadas, istoricamente, em Cruz das almas.

“Hoje e amanhã são os dias que temos mais registros da toca de espadas na cidade. Ontem prendemos um em flagrante soltando o artefato incendiário, estamos nas ruas coibindo essa prática”, disse.

De acordo com a Polícia Civil, todo material apreendido foi encaminhado para a DT, já o homem identificado por ser o dono das espadas, segue sendo procurado.

Dois mandados de busca e apreensão também foram cumpridos contra donos de som tipo ‘paredão’ que estavam planejando realizar aglomerações na cidade. 

Fabricar, possuir e soltar espadas é crime, na Bahia, desde 2011, de cuja pena pode chegar a até seis anos de prisão. A guerra acontece tradicionalmente durante as festas juninas, com um artefato que é uma variação mais potente dos tradicionais buscapés, feitos de bambu, pólvora e limalha de ferro.

O São João no Correio conta com o apoio da Perini,  Mahalo, E Stúdio, ITS Brasil, Hotel Vila  da Praia e Blueartes.
 

***

Em tempos de coronavírus e desinformação, o CORREIO continua produzindo diariamente informação responsável e apurada pela nossa redação que escreve, edita e entrega notícias nas quais você pode confiar. Assim como o de tantos outros profissionais ligados a atividades essenciais, nosso trabalho tem sido maior do que nunca. Colabore para que nossa equipe de jornalistas seja mantida para entregar a você e todos os baianos conteúdo profissional. Assine o jornal.


Relacionadas