Polícia Civil cumpre mandados na casa de patroa investigada por agressão de babá no Imbuí

salvador
03.09.2021, 19:10:00
(Arisson Marinho/CORREIO e Divulgação)

Polícia Civil cumpre mandados na casa de patroa investigada por agressão de babá no Imbuí

Ministério Público do Trabalho apura trabalho análogo à escravidão

A investigada por agressões a 12 ex-funcionárias, Melina Esteves França, acompanhou a Polícia Civil até a delegacia na tarde desta sexta-feira (3) para prestar um novo depoimento. Ao deixar o apartamento, por volta das 15h, vizinhos afirmaram terem ouvidos vaias e gritos.

De acordo com o órgão, uma equipe da 9ª Delegacia Territorial (Boca do Rio) ainda cumpriu um mandado de busca e apreensão em seu apartamento, no Imbuí. Houve buscas por dispositivos eletrônicos e outros elementos que possam colaborar para a elucidação do caso. Os desdobramentos compõem o conjunto de ações realizadas para a finalização do inquérito policial.

Nesta tarde, uma idosa foi a 12ª mulher a denunciar Melina, que também está sendo acusada de ter mantido a jovem Raiane Ribeiro em cárcere privado. O Ministério Público do Trabalho (MPT) anunciou a abertura de um inquérito sobre o caso na tarde da quarta-feira (25). Procurado, o MPT afirmou que, além dos vídeos divulgados esta semana, seis ex-empregadas de Melina foram ouvidas. "Os depoimentos e as provas de vídeo devem compor a base do inquérito para só então pensarmos em propor um Termo de Ajuste de Conduta ou uma ação judicial", diz a assessoria.

***

Em tempos de coronavírus e desinformação, o CORREIO continua produzindo diariamente informação responsável e apurada pela nossa redação que escreve, edita e entrega notícias nas quais você pode confiar. Assim como o de tantos outros profissionais ligados a atividades essenciais, nosso trabalho tem sido maior do que nunca. Colabore para que nossa equipe de jornalistas seja mantida para entregar a você e todos os baianos conteúdo profissional. Assine o jornal.


Relacionadas