Polícia de São Paulo registra B.O. contra Najila por difamação

esportes
12.06.2019, 19:30:00
Najila, coberta com um casaco preto, chega à delegacia em São Paulo (Mauro Pimentel/AFP)

Polícia de São Paulo registra B.O. contra Najila por difamação

Modelo baiana, segundo corporação, atacou integridade da polícia

Em momentos como o que vivemos, o jornalismo sério ganha ainda mais relevância. Precisamos um do outro para atravessar essa tempestade. Se puder, apoie nosso trabalho e assine o Jornal Correio por apenas R$ 5,94/mês.

A Polícia Civil de São Paulo registrou um boletim de ocorrência por difamação contra Najila Trindade Mendes de Souza por conta das declarações feitas pela modelo sobre a investigação da acusação de estupro contra Neymar. 

A declaração da modelo foi dada em entrevista concedida ao SBT ao comentar o suposto arrombamento de seu apartamento no qual um tablet com imagens do seu segundo encontro com Neymar, gravado pela modelo, teria sido roubado. 

Ao ser questionado sobre o resultado da investigação, que encontrou apenas digitais da modelo e da empregada no apartamento supostamente arrombado, Najila afirmou: "É, mas a polícia está comprada, né? Ou eu estou louca?"

Por conta dessa declaração, o delegado José Fernando Bessa registrou boletim de ocorrência na 6ª Delegacia Seccional de Santo Amaro na noite desta terça-feira. O delegado acrescenta ainda que um ofício será encaminhado ao instituto que coletou as digitais. "Caso sintam-se (os peritos) atingidos em sua honra, apresentem eventuais representações (contra a modelo)", diz trecho. 

A fala de Najila também foi repudiada pelo Sindicato dos Delegados de Polícia do Estado de São Paulo (SINDPESP) e pela Associação dos Delegados de Polícia do Estado de São Paulo (ADPESP). 

"O Sindicato dos Delegados de Polícia do Estado de São Paulo (SINDPESP) e a Associação dos Delegados de Polícia do Estado de São Paulo (ADPESP) vêm a público repudiar veementemente a afirmação feita pela Srta. Najila Trindade de que a polícia estaria 'comprada'".
 

***

Em tempos de coronavírus e desinformação, o CORREIO continua produzindo diariamente informação responsável e apurada pela nossa redação que escreve, edita e entrega notícias nas quais você pode confiar. Assim como o de tantos outros profissionais ligados a atividades essenciais, nosso trabalho tem sido maior do que nunca. Colabore para que nossa equipe de jornalistas seja mantida para entregar a você e todos os baianos conteúdo profissional. Assine o jornal.


Relacionadas