Polícia encontra 18 celulares em celas de presídio na Mata Escura

salvador
25.09.2021, 13:50:00
Atualizado: 25.09.2021, 13:51:34
Material apreendido durante a vistoria (Foto: divulgação/ SSP)

Polícia encontra 18 celulares em celas de presídio na Mata Escura

Aparelhos estavam na Cadeia Pública e foram apreendidos junto com carregadores e drogas

Uma vistoria nas celas do Complexo Penitenciário de Mata Escura, em Salvador, resultou na apreensão 18 aparelhos de celular. A ação foi realizada, nesta sexta-feira (24), por policiais do Batalhão de Guardas (BG) da Polícia Militar e por equipes da Secretaria de Administração Penitenciária e Ressocialização (Seap).

Os celulares foram encontrados dentro das celas da Cadeia Pública. Além dos celulares, também foram encontrados uma faca artesanal, 10 baterias para os aparelhos, sete carregadores, chip, cinco cabos USB, 16 fones de ouvido, 18 pacotes de fumo e uma porção de maconha.

Na quarta-feira (22), outra ação conjunta da BG com as equipes da Seap apreendeu 14 aparelhos celulares, dez facas, 500 g de maconha, 500 g de cocaína, dois cabos de celular e três fones de ouvido na Colônia Penal Lafayete Coutinho, no bairro de Castelo Branco.

No mês passado, 21 celulares foram apreendidos quando estavam sendo preparados para serem arremessados para dentro do Complexo Penitenciário Lemos Brito. A ação foi flagrada pelo Batalhão de Guardas da PM.

Os policiais estavam em duas guaritas quando perceberam a presença de três homens próximo ao presídio. O trio atirou contra os guardas e fugiu por um matagal, abandonando duas sacolas com os 21 celulares, além de dois carregadores, seis porções de cocaína, 31 porções de maconha e quatro serras para metal.

***

Em tempos de coronavírus e desinformação, o CORREIO continua produzindo diariamente informação responsável e apurada pela nossa redação que escreve, edita e entrega notícias nas quais você pode confiar. Assim como o de tantos outros profissionais ligados a atividades essenciais, nosso trabalho tem sido maior do que nunca. Colabore para que nossa equipe de jornalistas seja mantida para entregar a você e todos os baianos conteúdo profissional. Assine o jornal.


Relacionadas