Por causa de quarentena, mulher fica 2 dias com corpo do marido morto por coronavírus

em alta
11.03.2020, 16:55:00
Atualizado: 11.03.2020, 16:55:55

Por causa de quarentena, mulher fica 2 dias com corpo do marido morto por coronavírus

Autoridades italianas se recusaram a retirar cadáver por risco de novas contaminações

Em momentos como o que vivemos, o jornalismo sério ganha ainda mais relevância. Precisamos um do outro para atravessar essa tempestade. Se puder, apoie nosso trabalho e assine o Jornal Correio por apenas R$ 5,94/mês.

Diante das restrições estabelecidas pela quarentena em todo a Itália, a esposa de um idoso morto por coronavírus teve que de ficar confinada com o corpo estirado no chão da casa por dois dias na região de Borghetto Santo Spirito, no Norte do país. 

A remoção do cadáver só foi concluída nesta quarta-feira (11), quando a Organização Mundial de Saúde (OMS) decretou situação de pandemia mundial

Segundo o jornal Corriere Del Ticino, a mulher teria pedido a ajuda de militares que atuam na contenção do vírus na Itália. 

Mesmo assim, pelo risco de contaminação, os soldados decidiram não acessar o espaço até que o resultado de exames do corpo e da mulher sejam liberados.

Os funcionários de uma funerária local fizeram a operação vestindo macacões de proteção e outros equipamentos de segurança. 

O caixão especial, feito de zinco, será transferido para um necrotério autorizado para a realização de autópsias de mortos pelo novo coronavírus.

O prefeito da cidade, Giancarlo Canepa, em entrevista à emissora italiana IVG.it, afirmou que não havia mais como esperar o resultado de testes para fazer a retirada do corpo. 

"As condições do corpo estavam criando uma situação difícil com a esposa dele, forçada a ficar em casa. É o fim de um pesadelo para ela, com a esperança do teste dar negativo e ela poder abraçar os familiares", declarou na manhã desta quarta-feira.

Antes, Canepa informou que o homem morto se recusou a receber tratamento em um hospital local, o que teria levado a essa situação. 

Ainda segundo o prefeito, nada poderia ser feito pois estavam respeitando os protocolos de segurança da quarentena.
A esposa segue em isolamento na casa, até que o resultado dos exames sejam liberados. O local recebeu uma higienização após a retirada do cadáver. Com informações de agências internacionais.

***

Em tempos de coronavírus e desinformação, o CORREIO continua produzindo diariamente informação responsável e apurada pela nossa redação que escreve, edita e entrega notícias nas quais você pode confiar. Assim como o de tantos outros profissionais ligados a atividades essenciais, nosso trabalho tem sido maior do que nunca. Colabore para que nossa equipe de jornalistas seja mantida para entregar a você e todos os baianos conteúdo profissional. Assine o jornal.


Relacionadas