Prates explica mudança no Bahia e faz elogios ao atacante Clayson

e.c. bahia
06.09.2020, 19:17:00
Atualizado: 06.09.2020, 20:22:12
Cláudio Prates disse que ficou satisfeito com empenho do Bahia em confronto com o Internacional (Foto: RICHARD DUCKER/ESTADÃO CONTEÚDO)

Prates explica mudança no Bahia e faz elogios ao atacante Clayson

Técnico interino destacou empenho do tricolor durante empate com o Internacional

Em momentos como o que vivemos, o jornalismo sério ganha ainda mais relevância. Precisamos um do outro para atravessar essa tempestade. Se puder, apoie nosso trabalho e assine o Jornal Correio por apenas R$ 5,94/mês.

Responsável por comandar o Bahia de forma interina diante do Internacional, na tarde deste domingo (6), o técnico Cláudio Prates deixou o Beira-Rio satisfeito com o empenho do tricolor no empate por 2x2. Ao final do jogo, Claudinho explicou as mudanças táticas que fez no Esquadrão e afirmou que deu continuidade ao trabalho que era feito por Roger Machado. 

"Não houve mudança de postura, a gente vinha jogando no 4-4-2. Conversamos durante a semana para melhorar um pouco o encaixe e fazer um 4-3-3, 4-1-4-1. Lembrar que isso foi muito usado pelo Roger, agradecer ao baita profissional, e o grupo mostrou que tem hombridade e conseguiu honrar o que foi feito", disse Claudinho. 

"Hoje mostramos que pode ter um caminho bom dentro do campeonato, mudamos postura diante da atitude, a marcação foi muito boa. Estou muito feliz por ter a dificuldade de jogar contra o líder do campeonato e terminar pressionando até os 45 do segundo tempo. Os jogadores estão de parabéns, cumpriram à risca o que foi pedido e a gente sai daqui fortalecido para a sequência do campeonato", continuou ele.

O treinador interino aproveitou ainda para elogiar o empenho do atacante Clayson. Autor do gol de empate, o jogador ainda não conseguiu corresponder a expectativa depositada pelo clube, mas, segundo Claudinho, ele vem se cobrando durante os treinos. 

 "As pessoas que não acompanham às vezes não entendem o dia a dia. O Clayson é um jogador que tem se dedicado, tem se cobrado muito porque a expectativa em cima do futebol dele é grande, por tudo que ele já fez em outros clubes. Essa semana ele fez bons treinos, elogiamos isso, e nada mais justo que proporcionar uma oportunidade para ele mostrar esse crescimento dele. Não tive dúvida em na hora do pênalti pedir para ele bater porque ele vem se empenhando muito. Espero que ele e todo os outros que estejam pensando estar abaixo, comecem a dar essa resposta que o nosso torcedor tanto espera", explicou. 

***

Em tempos de coronavírus e desinformação, o CORREIO continua produzindo diariamente informação responsável e apurada pela nossa redação que escreve, edita e entrega notícias nas quais você pode confiar. Assim como o de tantos outros profissionais ligados a atividades essenciais, nosso trabalho tem sido maior do que nunca. Colabore para que nossa equipe de jornalistas seja mantida para entregar a você e todos os baianos conteúdo profissional. Assine o jornal.


Relacionadas