Prédios simbólicos de Salvador são tema de especial do Correio de Futuro

salvador
23.02.2018, 16:30:36
Atualizado: 24.02.2018, 16:33:38

Prédios simbólicos de Salvador são tema de especial do Correio de Futuro

Especial, que sai domingo, será antecedido por evento para leitores neste sábado

Em momentos como o que vivemos, o jornalismo sério ganha ainda mais relevância. Precisamos um do outro para atravessar essa tempestade. Se puder, apoie nosso trabalho e assine o Jornal Correio por apenas R$ 5,94/mês.

Estudantes de Jornalismo da 12ª turma do Correio de Futuro na frente do Edifício Sulacap (Foto: Betto Jr./CORREIO)

Da Graça ao Corredor da Vitória, os integrantes do programa Correio de Futuro, alguns assinantes do jornal CORREIO e convidados poderão participar, neste sábado (24), às 15h, de um passeio a prédios representativos da arquitetura da capital.

O Rolê Prédios de Salvador, conduzido pelo arquiteto Diego Viana, é uma ação conjunta ao lançamento, no domingo (25), do especial produzido, durante uma imersão de três meses, por estudantes de Jornalismo que participaram da 12ª Turma do programa.

O percurso começa no Edifício Dourado, na Graça, um dos símbolos do estilo art déco na cidade e segue por 20 edifícios até o Corredor da Vitória. Ao todo, a visita tem duração aproximada de uma hora e meia – tempo em que serão percorridos 3 km. 

A escolha do roteiro ocorre a partir de uma curadoria do perfil Prédios de Salvador, criado por Diego Viana no Instagram para contar um pouco da história desses imóveis. “Lembrar desses edifícios é respeitar a produção arquitetônica de um período e talvez ajudar novas gerações a enxergar os pontos positivos e negativos dessas edificações para as construções do futuro”, opina o arquiteto.

Esta é a primeira vez que o especial lançado pelos estudantes será antecedido por um evento a leitores e convidados do jornal. Para a editora chefe Linda Bezerra, uma das orientadoras do projeto, esse é um “elemento a mais no aprendizado dos estudantes”. 

“O tema que eles escolheram, esse ano, para o produto final, um especial para o digital e um caderno impresso, tem relação direta com o conteúdo do Rolê Prédios Salvador. Assim, os estudantes passam pela prática da reportagem e enriquecem a pesquisa do tema”, afirma Linda.

O passeio é organizado pelo Urban Recycle Architecture Studio (URBAN) escritório de arquitetura e design dos arquitetos Diego Viana e Saul Kaminsky. 

A URBAN foi fundada em 2010 e desenvolve projetos de diversas escalas que partem desde pequenas edificações residenciais até grandes edificações públicas, projetos urbanos e concursos internacionais. Em 2011 o escritório recebeu o prêmio projeto destaque na 9ª bienal de arquitetura de São Paulo e, recentemente, participou da 15º Bienal de Arquitetura de Veneza no pavilhão TIme Space Existence da GAA (global Arts Affair) Foundation.

O programa
O produto foi idealizado e produzido pelos alunos da 12ª turma do Correio de Futuro, após palestras, visitações e imersões no cotidiano da redação do jornal CORREIO. Orientados pelas professoras e jornalistas Bárbara Souza e Maria Isis, por Linda Bezerra e editores, os alunos precisaram cronometrar o tempo para cumprir o desafio de levar às bancas um material inovador e com a cara de Salvador.

A idealização de um produto faz parte do programa desde o princípio, em 2012. E, para Maria Isis, a edição da turma traz um diferencial. “Salvador é uma cidade simbólica, flutuante. Eu acho que nosso desafio foi buscar uma solidez para Salvador em histórias de baianidade e inventividade sobre coisas que são, literalmente, concretas”, diz.

Até chegar ao resultado final, no entanto, foram “dias de luta”, resume Rafaela Pereira, 21 anos, uma das participantes do Correio de Futuro, encerrado no dia 6 de fevereiro. “Foram muitas discussões e reuniões. Apesar do quebra-cabeça, toda a concepção foi muito prazerosa. Além do acompanhamento que tivemos durante o processo”, conta. A produção resultou em cinco reportagens para o impresso e 11 matérias extras que serão lançadas na página online do especial. 

O trabalho, na opinião de Marcelo Gentil, gerente de Comunicação da Odebrecht S.A., patrocinadora do Correio de Futuro, forma profissionais mais preparados para o mercado de trabalho. “O projeto Correio de Futuro une a experiência acumulada com os estudantes ao longo de mais de uma década de realização com o momento vibrante de um grupo de comunicação que vem se renovando ao longo dos últimos anos, acompanhando tendências que se mostram irreversíveis na produção e no consumo de informação jornalística de qualidade”, define.

***

Em tempos de coronavírus e desinformação, o CORREIO continua produzindo diariamente informação responsável e apurada pela nossa redação que escreve, edita e entrega notícias nas quais você pode confiar. Assim como o de tantos outros profissionais ligados a atividades essenciais, nosso trabalho tem sido maior do que nunca. Colabore para que nossa equipe de jornalistas seja mantida para entregar a você e todos os baianos conteúdo profissional. Assine o jornal.


Relacionadas