Prefeito de Caldas Novas é preso durante Operação Negociata

brasil
13.09.2018, 11:38:00
Atualizado: 13.09.2018, 11:39:16
(Foto: Reprodução / Facebook)

Prefeito de Caldas Novas é preso durante Operação Negociata

Outros 32 mandados de busca e apreensão ainda estão sendo cumpridos

Em momentos como o que vivemos, o jornalismo sério ganha ainda mais relevância. Precisamos um do outro para atravessar essa tempestade. Se puder, apoie nosso trabalho e assine o Jornal Correio por apenas R$ 5,94/mês.

O prefeito de Caldas Novas (GO), Evandro Magal, foi preso na madrugada desta quinta-feira (13), durante os primeiros momentos da Operação Negociata, deflagrada pelo Grupo de Atuação Especial de Combate ao Crime Organizado (Gaeco) do Ministério Público de Goiás (MP-GO).

A operação apura fraudes em licitação, pagamentos de propina e lavagem de dinheiro envolvendo o Poder Executivo de Caldas Novas e alguns empresários, que se beneficiavam com a atuação ilícita dos agentes públicos.

Ao todo, oito dos nove mandados de prisão já foram cumpridos. Cinco deles em Caldas Novas; dois em Goiânia e um na cidade mineira de Santa Vitória. De acordo com o MPGO, um dos alvos já foi considerado foragido. Seu nome, no entanto, ainda está sob sigilo.

Há ainda 32 mandados de busca e apreensão sendo cumpridos. As ações estão ocorrendo nas cidades de Morrinhos, Itumbiara, Aruanã e Aparecida de Goiânia, além de Caldas Novas, Goiânia e Santa Vitória.

De acordo com o MPGO, as obras e os crimes sob investigação serão informados em outro momento. A operação conta com o apoio das policias Civil, Militar e Rodoviária Federal.

***

Em tempos de coronavírus e desinformação, o CORREIO continua produzindo diariamente informação responsável e apurada pela nossa redação que escreve, edita e entrega notícias nas quais você pode confiar. Assim como o de tantos outros profissionais ligados a atividades essenciais, nosso trabalho tem sido maior do que nunca. Colabore para que nossa equipe de jornalistas seja mantida para entregar a você e todos os baianos conteúdo profissional. Assine o jornal.


Relacionadas