Prefeito de Salvador estuda adiantar quatro feriados deste ano 

salvador
19.03.2021, 11:19:20
Atualizado: 19.03.2021, 11:33:10
(Valter Pontes/Secom/PMS)

Prefeito de Salvador estuda adiantar quatro feriados deste ano 

Decisão será discutida durante reunião entre prefeitos da RMS e governador. No ano passado, mesma medida foi tomada

Em momentos como o que vivemos, o jornalismo sério ganha ainda mais relevância. Precisamos um do outro para atravessar essa tempestade. Se puder, apoie nosso trabalho e assine o Jornal Correio por apenas R$ 5,94/mês.

Após a prefeitura de São Paulo antecipar cinco feriados nessa quinta-feira (18), é provável que isso aconteça também aqui em Salvador. O prefeito Bruno Reis (DEM) estuda adiantar pelo menos quatro feriados da capital baiana para conter a circulação de pessoas e, consequentemente, a disseminação do novo coronavírus.

Seriam eles o feriado de 3 de junho (Corpus Christi), 24 de junho (São João), 2 de julho (Independência da Bahia) e 8 de dezembro (Nossa Senhora da Conceição da Praia, padroeira de Salvador).  No ano passado, o então prefeito ACM Neto e o governador Rui Costa também anteciparam os feriados, no mês de maio, em uma tentativa de frear o avanço do coronavírus em Salvador e na Bahia.

Segundo o prefeito, a antecipação das datas comemorativas está condicionada à prorrogação ou não das medidas restritivas em Salvador por mais sete dias. “Poderíamos antecipar esses quatro feriados. Estão descartadas essas antecipações? Não. Mas, pelo menos pra essa semana nós não vislumbramos isso. Se, muito provavelmente essas medidas tiverem que ser prorrogadas por um período maior, a tendência é que haja antecipações de feriados. Se não for necessário essas medidas foram um tempo maior do que uma semana, talvez não seja necessária a antecipação. Nós vamos discutir isso na reunião de hoje à tarde”, explica Reis.  

O prefeito tem uma reunião com outros prefeitos da Região Metropolitana de Salvador (RMS) e o governador da Bahia, Rui Costa (PT), para discutir a prorrogação ou não das medidas restritivas. Em entrevista coletiva realizada na manhã desta sexta-feira (19), Bruno Reis defendeu a prorrogação em Salvador, mas disse que a decisão será tomada em conjunto.  

*Sob orientação da chefe de reportagem Perla Ribeiro 

***

Em tempos de coronavírus e desinformação, o CORREIO continua produzindo diariamente informação responsável e apurada pela nossa redação que escreve, edita e entrega notícias nas quais você pode confiar. Assim como o de tantos outros profissionais ligados a atividades essenciais, nosso trabalho tem sido maior do que nunca. Colabore para que nossa equipe de jornalistas seja mantida para entregar a você e todos os baianos conteúdo profissional. Assine o jornal.


Relacionadas