Preso policial militar acusado de matar a esposa em Paulo Afonso

bahia
20.02.2020, 19:47:00
Atualizado: 20.02.2020, 20:31:17

Preso policial militar acusado de matar a esposa em Paulo Afonso

Caso aconteceu na última terça-feira (18)

Em momentos como o que vivemos, o jornalismo sério ganha ainda mais relevância. Precisamos um do outro para atravessar essa tempestade. Se puder, apoie nosso trabalho e assine o Jornal Correio por apenas R$ 5,94/mês.

Está preso o policial militar acusado de matar a esposa na última terça feira (18). Preso em flagrante, o PM passou por audiência de custódia e ficará encarcerado na Coordenadoria de Custódia Provisória, no bairro da Mata Escura, em Salvador, onde está à disposição da justiça. A identidade do acusado não foi revelada.

Segundo informações da Polícia Militar, uma equipe do 20º BPM foi acionada pelo próprio PM para atender a uma ocorrência de disparos de arma de fogo na residência do policial, na rua Rio Branco, condomínio Encontro das Águas, no Jardim Bahia, em Paulo Afonso, por volta das 22h.

Ao chegar ao local, a equipe já encontrou uma unidade do Serviço Móvel de Urgência (Samu) socorrendo a mulher que foi atingida na cabeça. A vítima  foi socorrida para o hospital Nair Andrade, em Paulo Afonso, onde não resistiu aos ferimentos.  

Depois de lavrado o flagrante, além do processo criminal comum, também foi instaurado um Inquérito Policial Militar para apurar as circunstâncias do fato. O procedimento dura de 40 a 60 dias e pode resultar em advertência, cassação de proventos e demissão, segundo informações da própria PM.

 
 

***

Em tempos de coronavírus e desinformação, o CORREIO continua produzindo diariamente informação responsável e apurada pela nossa redação que escreve, edita e entrega notícias nas quais você pode confiar. Assim como o de tantos outros profissionais ligados a atividades essenciais, nosso trabalho tem sido maior do que nunca. Colabore para que nossa equipe de jornalistas seja mantida para entregar a você e todos os baianos conteúdo profissional. Assine o jornal.


Relacionadas