Prévia da inflação na RMS fica em 0,01% em novembro

economia
22.11.2019, 11:40:00
Atualizado: 22.11.2019, 11:40:34

Prévia da inflação na RMS fica em 0,01% em novembro

IPCA-15 de novembro na RMS ficou abaixo da média nacional (0,14%)

O Índice Nacional de Preços ao Consumidor Amplo 15 (IPCA-15), que funciona como uma prévia da inflação oficial do mês, ficou em 0,01% na Região Metropolitana de Salvador (RMS), no mês de novembro. O índice desacelerou em relação a outubro (0,20%), mas ficou acima do registrado em novembro de 2018 (-0,15%). A prévia foi divulgada pelo IBGE, nesta sexta-feira (22).

O IPCA-15 de novembro na RMS ficou abaixo da média nacional (0,14%), e teve a menor alta na prévia de inflação dentre as 11 áreas investigadas. Abaixo de Salvador, ficaram as regiões metropolitanas de Belo Horizonte/MG (0,00%) e de Recife/PE (-0,04%) e Brasília/DF (-0,23%).

No outro extremo, as regiões metropolitanas de Belém/PA (0,33%) e São Paulo/SP (0,29%) tiveram as maiores prévias da inflação de novembro.

Com o resultado do mês, o IPCA-15 da RMS acumula alta de 2,79% no ano de 2019, praticamente mantendo a variação de outubro (2,78%) e voltando a ficar abaixo da média nacional (2,83%). Nos 12 meses encerrados em novembro, o indicador teve leve aceleração para 2,63% (frente a 2,59% em outubro) e continuou um pouco abaixo do verificado no país como um todo (2,67%).

Setores
Gastos com Habitação (0,37%) e Saúde e Cuidados Pessoais (0,41%) se mantiveram como as principais pressões de alta no IPCA-15 de outubro, na RMS, mais uma vez com contribuições relevantes das altas na energia elétrica (0,58%) e nos perfumes (2,00%), respectivamente. 

Já a maior deflação do mês e a quarta queda média de preços consecutiva, foi o grupo Alimentação e bebidas (-0,45%), que mais contribuiu para segurar a prévia da inflação na RMS. 

Apesar disso, comer fora ficou mais caro (0,23%), e as refeições (jantar ou almoço) exerceram a principal pressão inflacionária individual no IPCA-15 de novembro, na RMS.

No ano de 2019, o IPCA-15 da RMS acumula alta de 2,79%, voltando a ficar abaixo da média nacional (2,83%). Nos 12 meses encerrados em novembro, está em 2,63%, também levemente abaixo da média (2,67%). 


Relacionadas
Correio.play
https://www.correio24horas.com.br/noticia/nid/girassol-whindersson-nunes-e-priscilla-alcantara-lancam-musica/
A música já está disponível em plataformas digitais
Ler Mais
https://www.correio24horas.com.br/noticia/nid/carolina-ferraz-diz-que-nao-vai-mais-atuar-em-novelas/
Ela diz que vai continuar atuando em filmes e minisséries
Ler Mais
https://www.correio24horas.com.br/noticia/nid/ufrb-aluno-diz-que-recusou-prova-de-professora-negra-por-questao-de-energia/
Vídeo mostra Danilo com mala e sacola conversando com delegado e professor na Rodoviária de Salvador
Ler Mais
https://www.correio24horas.com.br/noticia/nid/meu-deus-do-ceu-mataram-morador-gravou-morte-de-suspeito-de-assalto/
Comparsa foi agredido; população evitou roubo de carro na Ribeira
Ler Mais
https://www.correio24horas.com.br/noticia/nid/vencedor-do-festival-de-berlim-synonymes-estreia-em-salvador/
Longa-metragem narra história de um soldado israelense que foge para Paris
Ler Mais
https://www.correio24horas.com.br/noticia/nid/suspense-em-familia-a-moda-de-agatha-christie/
Com três indicações ao Globo de Ouro, Entre Facas e Segredos revive o velho e bom clima de “quem matou?”
Ler Mais
https://www.correio24horas.com.br/noticia/nid/estudante-acusado-de-racismo-tentou-usar-cota-para-entrar-na-ufrb/
Ele teve o pedido negado, mas tentou recurso para conseguir vaga
Ler Mais
https://www.correio24horas.com.br/noticia/nid/estudante-e-hostilizado-em-residencia-vamos-ver-com-quantos-paus-se-mata-um-racista/
Caso ocorreu na residência universitária onde morava o estudante que se recusou a receber prova de professora negra
Ler Mais