PRF apreende 36 animais silvestres mantidos em cativeiro na BR-324

bahia
24.11.2020, 16:37:23
Atualizado: 24.11.2020, 16:49:22
(Foto: Divulgação PRF)

PRF apreende 36 animais silvestres mantidos em cativeiro na BR-324

Os responsáveis vão responder por crime contra o meio ambiente, previsto na Lei 9.605/98

Em momentos como o que vivemos, o jornalismo sério ganha ainda mais relevância. Precisamos um do outro para atravessar essa tempestade. Se puder, apoie nosso trabalho e assine o Jornal Correio por apenas R$ 5,94/mês.

A Polícia Rodoviária Federal (PRF) resgatou 36 animais silvestres, sendo 30 aves e seis jabutis, durante fiscalização na BR 324, região do Anel de Contorno do município de Feira de Santana.

Os animais eram mantidos irregularmente em cativeiro e muitos estavam em gaiolas, expostas na área externa de propriedades as margens da rodovia.

Os responsáveis pela criação e aprisionamento ilegal foram identificados e eles responderão na Justiça  por crime contra o meio ambiente, previsto na Lei 9.605/98.

Os animais foram encaminhados aos cuidados do órgão ambiental local, onde passarão por um processo de reabilitação para voltarem à liberdade.

A PRF atua na fiscalização ambiental do transporte de produtos e subprodutos florestais, da fauna, de agrotóxicos e de recursos minerais. Destacam-se, no contexto do estado baiano, as ações relacionadas ao tráfico de animais silvestres tanto pelo fato da Bahia apresentar uma grande diversidade da fauna brasileira, como pelo fato de o estado ser a principal rota entre a região Sudeste e os demais estados do Nordeste.
 

***

Em tempos de coronavírus e desinformação, o CORREIO continua produzindo diariamente informação responsável e apurada pela nossa redação que escreve, edita e entrega notícias nas quais você pode confiar. Assim como o de tantos outros profissionais ligados a atividades essenciais, nosso trabalho tem sido maior do que nunca. Colabore para que nossa equipe de jornalistas seja mantida para entregar a você e todos os baianos conteúdo profissional. Assine o jornal.


Relacionadas