Primeiro caso de coronavírus em Juazeiro é de idoso que fez cruzeiro na Europa

bahia
23.03.2020, 13:09:00
Rodoviária de Salvador vazia: capital registra 37 casos (Foto: Arisson Marinho/CORREIO)

Primeiro caso de coronavírus em Juazeiro é de idoso que fez cruzeiro na Europa

Novo boletim divulgado nesta segunda (23) aponta 63 casos de Covid-19 na Bahia

Subiu para 63 o número de casos confirmados do novo coronavírus no estado, informou nesta segunda-feira (23) a Secretaria de Saúde da Bahia (Sesab). No boletim divulgado no final da manhã há mais 8 casos.

Juazeiro, no Norte do estado, registrou o primeiro teste positivo da doença. A prefeitura local informou que o paciente que teve o caso confirmado está em quarentena desde que chegou à cidade e sob monitoramento da equipe de Vigilância Epidemiológica. Trata-se de um homem de 77 anos que viajou à Europa, onde fez um cruzeiro. Ele chegou dia 17 de março.

Diante do caso confirmado, a secretária de Saúde de Juazeiro, Fabíola Ribeiro, orientou as pessoas a cumprirem as medidas preventivas adotadas pela gestão municipal.

“Estamos trabalhando há algumas semanas para evitar que a COVID-19 afetasse a nossa população, mas infelizmente Juazeiro tem agora o primeiro caso confirmado. O paciente não apresenta nenhum agravo e nem complicação em seu quadro de saúde. Reforçamos a população que é necessário e obrigatório o isolamento domiciliar”, explicou Fabíola.

Na cidade que fica na divisa com Pernambuco, há 38 notificações para H1N1 e, destes, nove estão confirmados, inclusive com dois óbitos. Outros oito resultados já foram descartados e 21 continuam em investigação. Para o coronavírus, Juazeiro tem 13 notificados, seis descartados e mais seis em investigação pelo Laboratório Central (Lacen-BA) em Salvador.

Balanço
De acordo com a Sesab, 601 casos suspeitos foram descartados e não há óbitos registrados na Bahia. Todos os casos foram importados ou de transmissão local, informou a secretaria. Os pacientes encontram-se em isolamento domiciliar, adotando as medidas de precaução respiratória e de contato.

Os municípios com casos positivos são Salvador (37), sendo que um caso é importado, visto que o paciente reside na cidade de Mossoró, no Rio Grande do Norte; Porto Seguro (8); Feira de Santana (6); Lauro de Freitas (3); Prado (2); Itabuna (1); Camaçari (1); Barreiras (1); Conceição do Jacuípe (1); Juazeiro (1); Jequié (1 – caso importado de São Paulo); e Brumado (1 – caso importado de Belo Horizonte).

A Sesab informa que os números são dinâmicos e na medida em que as investigações clínicas e epidemiológicas avançam, os casos são reavaliados, sendo passíveis de reenquadramento na sua classificação.

É importante pontuar que o paciente com diagnóstico positivo para o novo coronavírus pode cursar com grau leve, moderado ou grave. A depender da situação clínica, pode ser atendido em unidades da atenção básica, unidades secundárias ou precisar de internação. Mesmo definindo unidades de referência, não significa que ele só pode ser atendido em hospital.

Os casos graves, orienta a Sesab, devem ser encaminhados a um hospital de referência para isolamento e tratamento. Os casos leves devem ser acompanhados pela Atenção Primária em Saúde (APS) e instituídas medidas de precaução domiciliar.

O diagnóstico do coronavírus é feito com a coleta de materiais respiratórios (aspiração de vias aéreas ou indução de escarro). Na suspeita de coronavírus, é necessária a coleta de uma amostra que será encaminhada para o Lacen-BA.

Para confirmar a doença, é necessário realizar exames de biologia molecular que detecte o genoma viral. O diagnóstico do coronavírus é feito com a coleta de amostra, que está indicada sempre que ocorrer a identificação de caso suspeito.

***

Em tempos de coronavírus e desinformação, o CORREIO continua produzindo diariamente informação responsável e apurada pela nossa redação que escreve, edita e entrega notícias nas quais você pode confiar. Assim como o de tantos outros profissionais ligados a atividades essenciais, nosso trabalho tem sido maior do que nunca. Colabore para que nossa equipe de jornalistas seja mantida para entregar a você e todos os baianos conteúdo profissional. Assine o jornal.


Relacionadas