Produções devem ser enviadas para a Olimpíada de Língua Portuguesa até 19 de agosto

educamais
15.08.2019, 14:16:00
Atualizado: 15.08.2019, 14:23:52
Diretores devem enviar o material até segunda-feira (19) (Shutterstock)

Produções devem ser enviadas para a Olimpíada de Língua Portuguesa até 19 de agosto

A competição já conta com mais de 170 mil inscrições

Desde a última segunda-feira (12), diretores de escolas públicas já podem indicar os melhores textos e documentários produzidos por estudantes para a 6ª edição da Olimpíada de Língua Portuguesa Escrevendo o Futuro. Homenageando a escritora mineira Conceição Evaristo, o tema da competição, que já conta com mais de 170 mil inscrições, é “O Lugar Onde Vivo”.

O envio do material deve ser feito pelo site do Programa até segunda-feira (19). Para esclarecer eventuais dúvidas, no site, é possível encontrar um vídeo tutorial mostrando todos os passos para a realização do procedimento. As melhores produções selecionadas por estado participarão dos cinco encontros regionais - um para cada categoria.

Nessa edição, além das categorias poema, memórias, crônica e artigo de opinião, o gênero textual documentário foi incluído para alunos do primeiro e segundo ano do ensino médio. Entre as premiações, também passam a incluir imersão pedagógica internacional para os professores e viagem cultural em território brasileiro para os estudantes. As escolas dos alunos vencedores receberão como prêmio um acervo para reforço da biblioteca.

A competição é realizada pelo Ministério da Educação, em parceria com a Fundação Itaú Social e o Centro de Estudos e Pesquisas em Educação, Cultura e Ação Comunitária (CENPEC). O objetivo é contribuir para a melhoria do ensino e da aprendizagem relacionada à leitura e escrita nas escolas de todo país.

***

Em tempos de coronavírus e desinformação, o CORREIO continua produzindo diariamente informação responsável e apurada pela nossa redação que escreve, edita e entrega notícias nas quais você pode confiar. Assim como o de tantos outros profissionais ligados a atividades essenciais, nosso trabalho tem sido maior do que nunca. Colabore para que nossa equipe de jornalistas seja mantida para entregar a você e todos os baianos conteúdo profissional. Assine o jornal.


Relacionadas