Público interno tem valor estratégico para as empresas

minha bahia
28.05.2018, 06:00:00
Atualizado: 29.05.2018, 11:20:11

Público interno tem valor estratégico para as empresas

Funcionário motivado é mais produtivo e é diferencial competitivo para todo tipo de organização

Em momentos como o que vivemos, o jornalismo sério ganha ainda mais relevância. Precisamos um do outro para atravessar essa tempestade. Se puder, apoie nosso trabalho e assine o Jornal Correio por apenas R$ 5,94/mês.

Um funcionário motivado em uma empresa traz, além de um ambiente agradável, sucesso nos negócios. "Ele dá o algo a mais, o extra. Com isso a organização consegue resultados melhores no mercado", explica Marcelo Botelho, gerente da Michael Page, empresa inglesa de recrutamento especializado em executivos. O prêmio Great Place to Work (GPTW, Bons locais para trabalhar, em radução livre) chega a sua 5ªdição na Bahia para reconhecer 15 empresas que atuam no estado com a preocupação de prover a satisfação de seu público interno. A cerimônia acontece amanhã (29/5), a partir das 19h30, no Instituto Feminino da Bahia.

Entre essas empresas está o Laboratório Sabin. Tatiana Ferraz é gestora técnica e administrativa regional da Bahia da empresa, e afirma que o propósito principal da companhia é o de fazer pessoas cuidar de pessoas. “Cuidamos do nosso colaborador para que ele possa cuidar do nosso cliente. Toda liderança tem isso internalizado nas rotinas diárias de forma muito clara”, conta. Segundo Tatiana, a empresa define dois pontos para o funcionário: “O primeiro se refere aos planos de carreira, com oportunidades de crescimento e capacitação a partir de vários cursos e trilhas para cada função. O segundo é sobre a qualidade de vida do colaborador. Aqui estimulamos a cultura da ginástica laboral como uma rotina que evita doenças ocupacionais, além da redução do estresse”.

Ela diz ainda que existe um grupo de esportes composto por colaboradores, com campeonatos que propõem a integração não só da equipe, mas também com a família de cada funcionário.


 Resultados 

Marcelo Botelho, da Michel Page, explica que a indicação de uma empresa para um prêmio como o GPTW é a certificação de que ela se preocupa com o bem-estar dos funcionários, o que traz uma visão positiva para o mercado externo. "É um chamativo pra fazer que pessoas do mercado queiram trabalhar naquela empresa. Ela tem um valor muito forte internamente, mas também de captação profissional externa", diz. 

Outro ponto importante, segundo o especialista, é a empresa possuir um gestor que se torne a referência para os outros funcionários. "Principalmente para os  em início de carreira. Além disso, é importante que o funcionário esteja em sintonia com o propósito da empresa. A razão da empresa existir deve ser o mesmo do funcionário", explica Botelho.

O benefício é muito claro também para Skarlett Oliveira, representante do GPTW. Para ela, empresas reconhecidas como bons locais para se trabalhar têm bons resultados no mercado porque têm a preocupação de ouvir seus colaboradores. "Elas têm a ciência que isso aumenta a produtividade, vendo que as pessoas estão mais felizes em seus ambientes de trabalho".


Premiação

O prêmio GPTW Bahia reconhece dez empresas de pequeno ou médio porte (com 30 a 999 funcionários) e cinco de grande porte (com mais de mil funcionários).  Há mais de 20 anos o grupo  estuda e identifica as Melhores Empresas para Trabalhar por meio de uma pesquisa anual baseada na avaliação de funcionários e de dados quantitativos e práticas de gestão fornecidos pelas empresas.

Durante a cerimônia, no Instituto Feminino da Bahia, está prevista uma integração entre empresários e funcionários, que poderão subir ao palco juntos para receber o troféu e comemorar. 
 
Durante a pesquisa, funcionários das empresas indicadas responderam a perguntas sobre os principais pontos positivos do local onde trabalham. O tratamento independente da orientação sexual, gênero ou idade foi a afirmação feita com mais frequência. Em seguida, aparece o sentimento de pertencimento; contribuição para a comunidade; orgulho do local de trabalho; e sentimento especial sobre a função desempenhada na empresa.
O  feedback também importa; 56% dos funcionários das empresas premiadas receberam mais de 3 feedbacks no período de um ano.
  
Empresas indicadas ao prêmio GPTW

Pequenas e médias (de 30 a  999 trabalhadores)

Juá Garden Shopping   Juazeiro

Laboratório Leme  Salvador 

Icatu Bahia   Camaçari

Martins Comércio E Serviços De Distribuição S/A  Camaçari

Topos Informática    Salvador

Kordsa S.A.   Camaçari

 Laboratório Sabin - Ba   Salvador

Perini  Salvador


Hospital Humberto Castro Lima  Salvador

Bravo Caminhões  e Ônibus   Salvador


Valorizar  trabalhador fez Icatu crescer

Entre as empresas de médio porte indicadas ao GPTW está o Grupo Icatu Bahia, que trabalha na área de Trade Marketing e Gestão de Pessoas. O diretor-presidente da empresa, Heckel Pedreira, afirma que "quem veste a camisa, cresce com a empresa". "A Icatu Bahia trata seus colaboradores como clientes. Acreditamos que a valorização do profissional é a chave de sucesso da nossa empresa. Trabalhamos com profissionalismo e metas de crescimento, mas proporcionando oportunidades de evolução na carreira", garante o executivo.

De acordo com ele, desde o ano passado, quando a Icatu também foi indicada ao GPTW, a empresa cresceu mais de 40% e aumentou o quadro de funcionários em mais de 30%. "O retorno que a gente tem (dos investimentos no público interno) é um funcionário motivado e com vontade de crescer", diz. "Quando o colaborador toma sua responsabilidade na empresa como se fosse dono do negócio a sua dedicação produz frutos como essa indicação ao GTPW. Todos ganham, porque é um trabalho de equipe". 

Pedreira conta que esse crescimento possibilitou a criação de uma startup, denominada Igimo, que atua nas áreas de tecnologia e comunicação. "Isso só mostra que estamos no caminho certo e que o trabalho realizado aqui tem gerado bons resultados", comenta.

 Cultura empresarial 

Heckel Pedreira afirma que a Icatu Bahia tem a cultura de tratar os funcionários como clientes. Para o grupo, o segredo do sucesso é valorizar seus profissionais. "A cultura organizacional e o clima da empresa é uma construção diária, baseada no respeito, reconhecimento e profissionalismo. Investimos, ainda, em momentos de descontração, comemoramos com os aniversariantes do mês e toda data que tenha ligação com os nossos colaboradores é motivo para um momento extra-profissional", descreve.  

O objetivo é integrar os funcionários para se sintam em um ambiente próximo ao familiar. "Queremos que nosso ambiente seja uma extensão da nossa casa, assim vir trabalhar não se torna um martírio", conclui.
 

*Com a supervisão do editor Flávio Oliveira

***

Em tempos de coronavírus e desinformação, o CORREIO continua produzindo diariamente informação responsável e apurada pela nossa redação que escreve, edita e entrega notícias nas quais você pode confiar. Assim como o de tantos outros profissionais ligados a atividades essenciais, nosso trabalho tem sido maior do que nunca. Colabore para que nossa equipe de jornalistas seja mantida para entregar a você e todos os baianos conteúdo profissional. Assine o jornal.


Relacionadas