Quase metade dos leitos baianos para tratamento do covid-19 já estão ocupados

coronavírus
03.05.2020, 17:50:00
Atualizado: 03.05.2020, 17:52:04
A Bahia tem até o momento, 838 leitos disponíveis do Sistema único de Saúde (SUS) exclusivos para Covid-19 (Foto: Mateus Pereira/GOVBA)

Quase metade dos leitos baianos para tratamento do covid-19 já estão ocupados

Segundo a Sesab, caso a taxa de crescimento do número de pacientes infectados se mantenha em 9% há chances de faltarem leitos estaduais ainda no final deste mês

Se for mantida a taxa de crescimento atual, que é aproximadamente 9%, ao final do mês de maio, vai faltar leitos estaduais para o tratamento do covid-19. Segundo informações da Secretaria de Saúde do Estado, a necessidade por leitos de UTI será superior a mil, o que vai obrigar o governo e os municípios a utilizarem leitos de hospitais gerais, que não são exclusivos para o coronavírus. No entanto, caso a curva fique abaixo de 7%, a necessidade por leitos de UTI será inferior a mil, o que vai possibilitar que todos tenham um tratamento disponível.

Na Bahia, dos 838 leitos disponíveis do Sistema único de Saúde (SUS) exclusivos para Covid-19, 367 possuem pacientes internados, o que representa uma taxa de ocupação de 44%. No caso dos leitos de UTI adulto e pediátrico, dos 318 leitos exclusivos para o coronavírus, 169 possuem pacientes internados, compreendendo uma taxa de ocupação de 53%.

Novos casos

Com base no último boletim divulgado no início da tarde deste domingo (03), a Bahia registra atualmente 3.495 casos confirmados do novo coronavírus. Considerando o número de 754 pacientes recuperados e 123 óbitos, 2.618 pessoas permanecem monitoradas pela vigilância epidemiológica e com sintomas da covid-19, o que são chamados de casos ativos. Hoje não foram registradas novas mortes de pacientes.

Ontem (02) foram abertos 20 leitos de Unidade de Terapia Intensiva (UTI) no Hospital do Subúrbio (HS) e mais mais 20 leitos clínicos de internação no Hospital Geral Ernesto Simões Filho (HGESF). As unidades irão atender os pacientes que forem encaminhados via Central de Regulação e oriundos de diversas partes da Bahia.   

***

Em tempos de coronavírus e desinformação, o CORREIO continua produzindo diariamente informação responsável e apurada pela nossa redação que escreve, edita e entrega notícias nas quais você pode confiar. Assim como o de tantos outros profissionais ligados a atividades essenciais, nosso trabalho tem sido maior do que nunca. Colabore para que nossa equipe de jornalistas seja mantida para entregar a você e todos os baianos conteúdo profissional. Assine o jornal.


Relacionadas