Quase trintão: Média de idade dos reforços do Vitória é de 29 anos

e.c. vitória
27.12.2021, 05:00:00
Jadson é o mais velho dos reforços contratados pelo Vitória: 38 anos (José Tramontin/athletico.com.br)

Quase trintão: Média de idade dos reforços do Vitória é de 29 anos

Leão buscou jogadores com experiência, principalmente nas Séries B e C

De olho na temporada 2022, em que disputa a Série C, além de Copa do Brasil e Campeonato Baiano, o Vitória vem se mostrando bastante ativo no mercado da bola. Até aqui, já são 14 reforços contratados, e a experiência é a base para a escolha pelos novos jogadores.

Ao todo, a média de idade dos atletas recém-chegados à Toca do Leão é de 29 anos. Puxando a fila dos mais velhos, está um quase 'quarentão': o meia Jadson, de 38 anos.

Dono de um longo e vitorioso currículo no futebol - que inclui dois títulos da Série A pelo Corinthians, uma Sul-Americana pelo São Paulo e a Copa das Confederações de 2013 pela Seleção Brasileira -, o jogador é o nome mais famoso entre os novatos, e foi anunciado como o novo camisa 10 da equipe.

Assim como Jadson, seis dos 14 contratados já são 'trintões'. Além do meia, estão na lista os atacantes Roberto (36) e Guilherme Queiroz (31), o zagueiro Ewerton Páscoa (32), o lateral-direito Alemão (31) e o volante Alan Santos (30). Já Iury tem exatamente a média de idade, 29 anos.

Dos outros oito reforços, o lateral-esquerdo Salomão e o volante Pablo são os mais novos, ambos com 24 anos. Os atacantes Luidy (25), Erik (26) e Jefferson Renan (28) e os laterais Vicente (26) e Alisson Cassiano (27) fecham a lista dos contratados.

O perfil mais velho era algo desejado pela diretoria rubro-negra. Afinal, o elenco do time já é recheado de garotos formados na base - assim, a ideia era mesclar os jovens com experientes jogadores.

Séries B e C
Outro fator determinante era que os reforços tivessem experiência na Série B e na C. Algo que também foi cumprido com as contratações: 11 dos novos jogadores passaram a última temporada em, ao menos, uma das duas divisões.

"Jogadores que têm perfil de Série C, de Série B, que passaram por elas, que ajudaram a subir os clubes e que venham para dar responsabilidade, que venham jogar e trazer experiência para nosso elenco da base, que é muito bom mas precisa de experiência. Nós mesclamos isso", disse o presidente em exercício do clube, Fábio Mota, em entrevista coletiva no último dia 16.

Roberto, aliás, participou das duas divisões. Ele começou o ano no Figueirense, que disputava a Terceirona. Mas, quando o time não tinha mais chances de classificação, o atacante acertou com o Londrina, e participou da Segundona.

Além dele, vieram da Série C 2021: os laterais Vicente (que jogou pelo Jacuipense), Salomão (Oeste) e Alemão (Criciúma) e os atacantes Guilherme Queiroz (Novorizontino) e Jefferson Renan, que foi vice-campeão no fim de novembro pelo Tombense. 

Outros cinco participaram da última Série B. Jadson e Iury estavam no Avaí, Ewerton Páscoa e Erik defenderam o CRB e Luidy entrou em campo pelo Confiança.

Do total, ainda foram contratados dois volantes que estavam em clubes da Série A: Alan Santos, que fez 16 jogos na primeira divisão pela Chapecoense, e Pablo, que integrou o elenco do Fortaleza (mas, na temporada, só participou da Copa do Brasil, Copa do Nordeste e Campeonato Cearense pelo clube). 

Para fechar a lista, o zagueiro Alisson Cassiano que conquistou o acesso para a Série C pelo ABC. O grupo será comandado pelo técnico Dado Cavalcanti, anunciado pelo clube na quinta-feira (23).

Veja todas as contratações do Vitória para 2022:

***

Em tempos de coronavírus e desinformação, o CORREIO continua produzindo diariamente informação responsável e apurada pela nossa redação que escreve, edita e entrega notícias nas quais você pode confiar. Assim como o de tantos outros profissionais ligados a atividades essenciais, nosso trabalho tem sido maior do que nunca. Colabore para que nossa equipe de jornalistas seja mantida para entregar a você e todos os baianos conteúdo profissional. Assine o jornal.


Relacionadas