Rapper Filipe Ret é preso em operação policial por porte de drogas

em alta
22.01.2021, 10:04:32
Atualizado: 22.01.2021, 10:07:28
(Foto: Divulgação)

Rapper Filipe Ret é preso em operação policial por porte de drogas

Cantor alegou que entorpecente era pra uso pessoal

Em momentos como o que vivemos, o jornalismo sério ganha ainda mais relevância. Precisamos um do outro para atravessar essa tempestade. Se puder, apoie nosso trabalho e assine o Jornal Correio por apenas R$ 5,94/mês.

Cantor de rap Filipe Ret foi preso por porte de drogas durante uma operçaão da Polícia Rodoviária do Rio de Janeiro na noite desta quinta-feira (21). O rapper de 35 anos estava a caminho de Búzios, no litoral carioca, e tinha em seu carro de luxo uma quantidade de maconha. Ret foi conduzido à delegacia para registro de ocorrência.

As informações são do portal RLago Notícias. Segundo eles, o cantor afirmou que o pacote de maconha era para uso próprio. A quantidade exata que ele estava portando não foi revelada. 

Um amigo do rapper, identificado como Anezzi, lamentou a prisão do cantor. "Tô boladão, Filipe Ret foi preso, tomar no cu!", escreveu ele, nos Stories do Instagram. Duas horas depois, Anezzi avisou que o problema já estava sendo resolvido.

No Twitter, o nome de Filipe Ret foi parar entre os assuntos mais comentados. Os internautas ficaram indignados com a prisão e ironizaram a ação da polícia. "Quase acabaram com o tráfico", escreveu o perfil Rap TV Brasil. Fãs do rapper afirmaram que já estão com "o pano pronto para passar".

Alguns lembraram até que, enquanto Ret foi detido com uma pequena quantidade de maconha, a polícia do Rio de Janeiro ainda não realizou a prisão de Nego do Borel, acusado de lesão corporal, estupro de vulnerável, violência doméstica e injúria pela ex-namorada Duda Reis.

***

Em tempos de coronavírus e desinformação, o CORREIO continua produzindo diariamente informação responsável e apurada pela nossa redação que escreve, edita e entrega notícias nas quais você pode confiar. Assim como o de tantos outros profissionais ligados a atividades essenciais, nosso trabalho tem sido maior do que nunca. Colabore para que nossa equipe de jornalistas seja mantida para entregar a você e todos os baianos conteúdo profissional. Assine o jornal.


Relacionadas