Recepcionista é morta e tem corpo abandonado no CIA-Aeroporto

minha bahia
30.09.2017, 21:20:00
Atualizado: 01.10.2017, 10:59:18

Recepcionista é morta e tem corpo abandonado no CIA-Aeroporto

Autor do crime foi preso na noite deste sábado (30) em Mussurunga

Em momentos como o que vivemos, o jornalismo sério ganha ainda mais relevância. Precisamos um do outro para atravessar essa tempestade. Se puder, apoie nosso trabalho e assine o Jornal Correio por apenas R$ 5,94/mês.

Uma mulher foi encontrada morta na manhã deste sábado (30) na BA-526, também conhecida como Estrada do CIA-Aeroporto. Marília Matércia Andrade Sampaio estava com sinais de estrangulamento e, de acordo com a polícia, tinha indícios de violência sexual. Ela trabalhava como recepcionista em um edifício comercial na Avenida Antônio Carlos Magalhães.

O autor do crime foi preso na noite deste sábado em Mussurunga (Foto: SSSP/Divulgação)

O autor do crime, João Paulo Castro Moreira, de 30 anos, foi preso na noite desde sábado e autuado em flagrante por homicídio. Ele estava escondido em um imóvel em Mussurunga. Dono de um lava a jato, usou o carro de um cliente, uma Toyota Hilux, para abandonar o corpo da vítima no local. Marília estava com uma farda da MAP, empresa que terceiriza mão-de-obra para outras empresas.

Marilia foi encontrada morta poucas horas depois de sair de casa (Foto: Acervo Pessoal)

De acordo com familiares da vítima, ela era solteira e havia falado, há alguns dias, sobre uma pessoa que tinha conhecido. "Vamos aprofundar as investigações para descobrirmos se agiu sozinho ou com ajuda de outra pessoa. Parabenizo as equipes que passaram todo o dia atrás deste criminoso", declarou a delegada Simone Moutinho Borges, do Departamento de Homicídio e proteção à Pessoa (DHPP).

De acordo com a polícia João Paulo pode ter cometido outros crimes parecidos na cidade. Os casos serão investigados.

***

Em tempos de coronavírus e desinformação, o CORREIO continua produzindo diariamente informação responsável e apurada pela nossa redação que escreve, edita e entrega notícias nas quais você pode confiar. Assim como o de tantos outros profissionais ligados a atividades essenciais, nosso trabalho tem sido maior do que nunca. Colabore para que nossa equipe de jornalistas seja mantida para entregar a você e todos os baianos conteúdo profissional. Assine o jornal.


Relacionadas