Refrigerador é desligado para carregar celular e Quirguistão perde mil doses de vacinas

mundo
21.05.2021, 21:07:14
Atualizado: 21.05.2021, 21:12:15
(Divulgação)

Refrigerador é desligado para carregar celular e Quirguistão perde mil doses de vacinas

Incidente aconteceu no mês abril na cidade de Bisqueque, capital do país asiático, e divulgado nesta sexta. Doses perdidas integravam lote de 20 mil doses da Sputnik V  

Uma clínica no Quirguistão, país asiático, teve que jogar fora quase mil doses da vacina Sputnik V, contra a Covid-19, após uma pessoa desligar um dos refrigeradores em que estavam armazenadas para carregar seu telefone celular. As informações são da France Presse. 
 
O caso foi confirmado por autoridades locais e aconteceu em abril, em uma clínica pública na cidade de Bisqueque, capital e maior cidade do Quirguistão, mas foi divulgado somente agora. 
 
O governo foi alvo de críticas por conta da demora para explicação da perda das doses. As vacinas perdidas faziam parte de um lote de 20 mil doses entregue como ajuda humanitária pela Rússia ao país da Ásia Central. A campanha de vacinação no Quirguistão começou em março e o imunizante Sputnik V é o mais usado no país, que também vacina a população com o imunizante da empresa chinesa Sinopharm.
 
De acordo com o ministro da Saúde, Alimkadyr Beyshenaliyev, um trabalhador da manutenção pode ter sido o responsável pelo erro, ao procurar uma tomada para carregar seu celular.
"Se a culpa for de um dos funcionários, da senhora da limpeza, ou de outra pessoa, a clínica terá de responder financeiramente", afirmou o gestor.
 
Até esta sexta (21), o país asiático registra mais de 100 mil casos de covid-19 e 1.735 mortes da doença, em uma população de cerca de 6,5 milhões de pessoas.

***

Em tempos de coronavírus e desinformação, o CORREIO continua produzindo diariamente informação responsável e apurada pela nossa redação que escreve, edita e entrega notícias nas quais você pode confiar. Assim como o de tantos outros profissionais ligados a atividades essenciais, nosso trabalho tem sido maior do que nunca. Colabore para que nossa equipe de jornalistas seja mantida para entregar a você e todos os baianos conteúdo profissional. Assine o jornal.


Relacionadas