Repasses de doses de vacina BCG para a Bahia estão abaixo da demanda, diz Sesab

bahia
05.07.2022, 20:25:00
(Foto: Geovana Albuquerque/Agência Saúde)

Repasses de doses de vacina BCG para a Bahia estão abaixo da demanda, diz Sesab

Ministério da Saúde pede racionamento do uso até chegada de nova remessa

A Secretaria de Saúde do Estado (Sesab), informou que a Bahia recebeu apenas um terço da demanda necessária de doses de BCG. Entre maio e junho, foram entregues 90 mil, sendo 45 mil em cada mês, quando a necessidade mensal é de 150 a 200 mil. 

Apesar da redução do lote, o técnico da coordenação estadual de imunização, Ramon Saavedra, afirma que o número ainda não é preocupante para um desabatecimento. Mas, para evitar o desperdício, a secretaria tem orientado que as prefeituras tracem novas estratégias. 

A vacina BCG (bacilo Calmette-Guérin), ofertada no Sistema Único de Saúde (SUS), protege a criança das formas mais graves da doença, como a tuberculose miliar e a tuberculose meníngea. A vacina está disponível nas salas de vacinação das unidades básicas de saúde e em algumas maternidades. Essa vacina deve ser ministrada às crianças ao nascer, ou, no máximo, até os quatro anos, 11 meses e 29 dias, de acordo com dados do Ministério da Saúde.

Quanto a diminuição no repasse, o Ministério da Saúde enviou, em abril, um aviso para as secretarias estaduais afirmando que a entrega diminuiria de 1,2 milhão de doses por mês - média de janeiro a março de 2022 -, para 500 mil doses mensais nos sete meses seguintes, pedindo para os órgãos "otimizarem e fazerem uso racional desta vacina por este período" até que "a situação do estoque nacional da vacina BCG seja regularizada", consta o documento. 

Segundo a pasta, a redução foi ocasionada pela disponibilidade limitada da vacina BCG no estoque nacional em razão de dificuldades na aquisição deste imunobiológico.

Foi solicitada junto a Organização Pan-Americana da Saúde (OPAS) a entrega antecipada para o mês de junho de parte das doses adquiridas. "Considerando o tempo de desembaraço e análise de controle de qualidade, as doses deverão estar disponíveis em, aproximadamente, 60 dias. Diante disso, esta Secretaria destaca a necessidade dos estados de otimizarem e fazerem uso racional desta vacina por este período", explicou a Secretaria de Vigilância em Saúde (SVS).

Por meio de nota, o Ministério da Saúde sinalizou que não há desabastecimento da vacina BCG no país e que o quantitativo mensal do imunizante varia de acordo com a demanda dos estados.

No primeiro semestre deste ano, o Ministério distribuiu mais de 5,7 milhões de doses. Para a Bahia, foram 435 mil.

***

Em tempos de desinformação, o CORREIO continua produzindo diariamente informações nas quais você pode confiar. E para isso precisamos de uma equipe de colaboradores e jornalistas apurando os fatos e se dedicando a entregar conteúdo de qualidade e feito na Bahia. Já pensou que você além de se manter informado com conteúdo confiável, ainda pode apoiar o que é produzido pelo jornalismo profissional baiano? E melhor, custa muito pouco. Assine o jornal.


Relacionadas