Reviravolta: Renato confessa que tentou matar Clara para ficar com esmeraldas em O Outro Lado do Paraíso

variedades
15.02.2018, 08:21:21
Atualizado: 15.02.2018, 09:52:15
Cena vai ser tensa e vai ao ar em março (Reprodução/TV Globo)

Reviravolta: Renato confessa que tentou matar Clara para ficar com esmeraldas em O Outro Lado do Paraíso

Novela vai mostrar que o médico já conhecia o pai da milionária e queria apenas as esmeraldas

Em momentos como o que vivemos, o jornalismo sério ganha ainda mais relevância. Precisamos um do outro para atravessar essa tempestade. Se puder, apoie nosso trabalho e assine o Jornal Correio por apenas R$ 5,94/mês.

Se você torcia para o casal Clara e Renato em 'O Outro Lado do Paraíso', está na hora de deixar de torcer. Isso porque haverá uma reviravolta na novela no próximo mês, e a protagonista vai descobrir que o par romântico, na verdade, esteve por trás das grandes tragédias da sua vida, incluindo a morte de seu pai.

Parece louco, né? Mas faz todo sentido. E tudo isso é motivado pelas esmeraldas. A história é revelada pela coluna Na Telinha, do Jornal Extra. 

A revelação vai acontecer no dia do casamento de Clara e Renato. Antes da cerimônia, a noiva abre uma gaveta para pegar o rosário que Elizabeth fez e encontra uma antiga pasta do pai, que ela nunca tinha mexido antes. Ao abrir, Clara encontra uma foto de Renato com seu pai, além de notas fiscais de explosivos.

Ainda assim, ela resolve ir ao casamento. Na hora do esperado 'sim', a noiva surpreende e diz 'não' e completa: 'você quis me matar'. Em casa, Renato pergunta porque ela mudou de ideia. "Eu quero saber os motivos. Fui humilhado, em frente a toda cidade. Por que fez isso, Clara, se eu sempre te dei todo meu amor? Por quê?", indaga o médico.

Novas pistas levarão Clara a ter certeza de que seu noivo tentou matá-la no passado
(Foto: Reprodução/TV Globo)

Clara, então, surpreende e pede que Patrick traga a pasta com os documentos do pai, e diz que ele tentou matá-la. Renato se faz de desentendido e diz que quer saber como ela concluiu isso. 

A noiva diz que sempre acreditou que ele não tinha interesse nas esmeraldas, até ver a foto dele com o pai. "Achei essa foto aqui, na pasta. Você com meu pai", diz, o que comprova que Renato já sabia da existências das esmeraldas antes de conhecê-la. "Ele já conhecia o pai e tem mais aqui essas notas, recibos...mostre, Patrick", pede Clara, revelando notas fiscais em nome de Renato. "Era você quem comprava os explosivos que mataram meu pai. Meu pai estava certo que no terreno tinha uma mina de esmeraldas", mostra a milionária.

Apesar de tentar se defender, ele acaba confessando que conhecia o pai de Clara. "Tá bem. Eu sabia. Teu pai, Jonas, era caminhoneiro. Me contou que na terra onde vivia tinha esmeraldas. A gente fez uma combinação...Eu ajudava com os explosivos. Se ele encontrasse um bom veio, a gente dividia. Que crime tem nisso?", minimiza. "Por que nunca disse que conheceu meu pai?", retruca Clara.

Renato ainda tenta disfarçar e diz  que se apaixonou por Clara. "Eu não quis chegar falando das esmeraldas. E logo que cheguei, descobri outras duas pedras preciosas. Teus olhos. Eu gostei de você, à primeira vista", diz o médico.

Ele continua tentando enganar a milionária. "Reconheço, a primeira mentira puxa outras. Depois de um tempo, eu não podia voltar atrás, contar que tinha conhecido teu pai. Mesmo porque eu sabia do amor que cê tinha por ele. De como sofria por ele ter morrido com explosivos. Eu ajudei a comprar os explosivos sim. Ele acertava as contas cada vez que a gente se encontrava. Quando a Sophia descobriu as esmeraldas, quis me certificar. Eram realmente esmeraldas. Em tudo isso, que eu fiz de errado? Acredita em mim, Clara, eu te amo", diz.

Hospício
Mas chega um momento que Renato não tem mais para onde fugir e Clara o coloca completamente contra parede, ao afirmar que Lívia chegou a alertá-la das reais intenções de Renato, quando disse que ele queria ter a guarda de Tomaz (o caminho mais rápido para ter as esmeraldas). 

"Você insistia que a minha última vingança seria tomar as minas de esmeraldas da Sophia. A Lívia esteve aqui antes. Ela me alertou, mas eu só juntei as peças quando vi as notas fiscais dos explosivos. Ela me disse que você queria a guarda do Tomaz. Que casou com ela para conseguir a guarda e ter o controle das esmeraldas. Tomaz fazia parte do seu plano. Por isso quis me matar. Quando vi a foto de você com meu pai, as notas dos explosivos, o Patrick conseguiu o telefone do hospício e ligou para lá. Apresentou-se como advogado e fez uma pergunta simples. Eu não sei como não fiz essa pergunta antes", diz.

Clara diz então que todos os médicos que trabalham no hospício onde ela ficou internada são informados que os pacientes quando morrem tem os caixões jogados ao mar. Para quem não acompanhou a primeira parte da novela, Renato chegou a trabalhar no hospício e prometeu ajuda a Clara, mas, na verdade, quis matá-la.

Crimes
Renato fica tenso e Clara dispara: "Você estava casado com a Lívia e sabia que mais cedo ou mais tarde, os dois, juntos, iriam conseguir a guarda do Tomaz. Mesmo que não conseguisse, a Lívia é herdeira das esmeraldas, o Gael nunca foi bom em negócios. Um dia as esmeraldas viriam para você. Mas então...você descobriu que eu estava viva. Você sabia que um dia, eu poderia voltar. Eu, a verdadeira mãe do menino. Eu poderia tomar as minas de esmeraldas. E você resolveu impedir que isso acontecesse".

Renato casou com Lívia, que seria a herdeira das esmeraldas
(Foto: Reprodução/TV Globo)

Sem saída, o médico confessa que teve a intenção de matá-la e revela que teve a ajuda de Sophia para conseguir concretizar o plano. Nessa hora, aparece um flashback com uma conversa entre o médico e a ex-sogra. Na conversa, Sophia diz que Clara nunca vai sair do hospício, mas Renato pergunta da possibilidade de ela receber alta ou que Gael descubra que Clara está internada lá. 

"Sophia, eu só preciso que controle a Lívia, e me ajude a conseguir emprego naquele hospício". "Tenho muitos contatos. Conseguir o emprego será fácil. Promete se livrar da Clara?", pergunta Sophia.

De volta ao tempo atual, Renato começa a se revelar e confessa que também foi responsável pela morte de Beatriz (Natália Timberg).  "Tão velha, não é? Foi só dar os remédios errados", ironiza. Nessa hora, Patrick se revolta e parte para cima dele.

Gael aparta a briga e diz que Renato pode ser preso pela morte da idosa. Mas o médico afirma que nunca será descoberto. Com que provas? Ela tomou remédios legais, e a essa altura o corpo tá no fundo do mar. Nunca vão achar nada contra mim e você, grande advogado, sabe disso", diz. 

Desmascarado, Renato confessa todos os seus planos:

"O resto vocês já sabem. Eu botei a Clara no caixão. Só nunca imaginei que ela ia se livrar. Mas quando você voltou, Clara, e ainda mais rica, eu sabia que seria questão de tempo pra você tomar a guarda do menino. Me aproximei. Ajudei nas vinganças...pra você ter confiança em mim. E se não fosse essa maldita pasta, que eu nem imaginava que existia, agora a gente ia tar casado", revela.

Para encerrar a conversa, Clara faz a pergunta crucial: "Você ia conseguir tudo. Diga. Depois de casado comigo, com a guarda do meu filho...e o controle das minas das esmeraldas, que você ia fazer? Qual era o seu plano?". E o médico responde: "Te matar". Depois de tudo isso, Clara manda Renato sair de sua casa, mas ainda é ameaçada. "Nossa história não terminou. Aguarde por mim", afirma o agora ex-noivo.

Apesar de toda revelação, Clara diz que já se sente vingada dele. "Eu é que tenho uma coisa para dizer, Renato. Não vou tentar mais nada contra você. Estou vingada. Viveu a vida toda para ser dono das esmeraldas. Mas nunca vai conseguir. Vou ter meu filho de volta e as esmeraldas serão minhas. Essa é minha vingança", garante. Muitas emoções, heim?

Clara desmascara Renato no altar
(Foto: Reprodução/TV Globo)

***

Em tempos de coronavírus e desinformação, o CORREIO continua produzindo diariamente informação responsável e apurada pela nossa redação que escreve, edita e entrega notícias nas quais você pode confiar. Assim como o de tantos outros profissionais ligados a atividades essenciais, nosso trabalho tem sido maior do que nunca. Colabore para que nossa equipe de jornalistas seja mantida para entregar a você e todos os baianos conteúdo profissional. Assine o jornal.


Relacionadas
  • Assinaturas: 71 3480-9140
  • Anuncie: 71 3203-1812
  • Ache Aqui Classificados: 71 3480-9130
  • Redação: 71 3203-1048