Rinha de galo termina com 60 pessoas presas em Paulo Afonso

bahia
20.09.2020, 13:14:00
Atualizado: 20.09.2020, 21:08:48
Policiais cumpriram cinco mandados de busca e apreensão (Foto: Divulgação/ SSP)

Rinha de galo termina com 60 pessoas presas em Paulo Afonso

Foram apreendidos 250 animais e eles passaram por avaliação médica

Em momentos como o que vivemos, o jornalismo sério ganha ainda mais relevância. Precisamos um do outro para atravessar essa tempestade. Se puder, apoie nosso trabalho e assine o Jornal Correio por apenas R$ 5,94/mês.

Uma disputa perversa terminou com 60 pessoas detidas e 250 galos apreendidos em Paulo Afonso, no Vale do São Francisco, neste sábado (19). Um homem foi preso em flagrante com um revólver e munições.

A Secretaria de Segurança Pública (SSP) informou que as prisões fizeram parte de uma operação conjunta das polícias, batizada de Bankiva. Os policiais estiveram em quatro imóveis de treinadores, para cumprir mandados de busca e apreensão, e encerraram uma disputa que estava acontecendo no momento em que as equipes chegaram.

Animais ficam machucados durante as disputas (Foto: Divulgação/ SSP)

Foram cumpridos cinco mandados de busca e apreensão nos bairros Glória, Moxotó, Pedra Comprida e Perpétuo Socorro. As rinhas são disputas em que os galos são estimulados a brigar, e a ação deixa muitos dos animais feridos. Geralmente, envolve apostas ilegais.

Além dos animais, os policiais encontraram nos imóveis medicações, aparatos usados no treinamento dos galos, celulares e dinheiro. Um homem foi preso em flagrante com um revólver e munições. As aves passaram por avaliação e foram encaminhadas para um abrigo. 

Animais enjaulados resgatados pelos policiais (Foto: Divulgação/ SSP)

Em nota, a SSP informou que participaram da operação equipes da Polícia Civil, Polícia Rodoviária Federal, Ministério Público do Meio Ambiente e do Conselho Regional de Medicina Veterinária. A 18ª Coordenadoria Regional de Polícia do Interior (Coorpin/ Paulo Afonso) investiga o caso. 

***

Em tempos de coronavírus e desinformação, o CORREIO continua produzindo diariamente informação responsável e apurada pela nossa redação que escreve, edita e entrega notícias nas quais você pode confiar. Assim como o de tantos outros profissionais ligados a atividades essenciais, nosso trabalho tem sido maior do que nunca. Colabore para que nossa equipe de jornalistas seja mantida para entregar a você e todos os baianos conteúdo profissional. Assine o jornal.


Relacionadas