Rodrigo Mussi: golpista se passa por médico e cobra R$ 7 mil da família

em alta
05.04.2022, 22:54:18
Rodrigo, do BBB 22, com o irmão, Diogo (Foto: Juliana Hippertt/Gshow)

Rodrigo Mussi: golpista se passa por médico e cobra R$ 7 mil da família

Bandido falou para irmão do ex-BBB que o paciente havia piorado e não tinha remédios no hospital 

Irmão do ex-BBB Rodrigo Mussi, Diogo Mussi divulgou em suas redes sociais na tarde desta terça-feira (5) uma tentativa de golpe que recebeu. Se passando por um médico do Hospital das Clínicas, onde Rodrigo está internado e recebendo os devidos tratamentos, um golpista viu a oportunidade de tentar tirar dinheiro da família.

"Tentaram se passar por um médico do HC. Me pediu R$ 7 mil para que meu irmão tivesse remédios que não possuem no HC. O pior é se passar por um médico do HC, dando informação sobre a gravidade do estado de saúde do Rod. Meu coração quase parou. Já passei tudo para a polícia", escreveu Diogo Mussi nos Stories.

A pessoa que tentou se passar pelo médico do Hospital das Clínicas, provavelmente usou foto de outra pessoa, mas Diogo quis deixar essa informação clara em um outro story: "Pessoal, só uma observação importante, apesar de muita gente já saber, o golpista não é a pessoa da foto. Provavelmente, pegou a foto de algum lugar. Se alguém conhecer a pessoa da foto, por favor, avise".

Foto: Reprodução/@diogomussi1

Acidente
O momento do acidente que causou diversas lesões na cabeça e pernas do ex-BBB Rodrigo Mussi foi flagrado por uma câmera de segurança de um prédio na Marginal Pinheiros, em São Paulo. O influenciador foi internado na última quinta-feira (31) no Hospital das Clínicas, na capital paulista, após uma colisão no trânsito.

Nas imagens, é possível ver o veículo branco, conduzido por um motorista de aplicativo, batendo no fundo de uma carreta. Confira:

O motorista Kaique Faustino Reis, de 24 anos, admitiu inicialmente que poderia ter cochilado antes de bater o automóvel na traseira do caminhão que trafegava num acesso à Marginal Pinheiros, entre as pontes Cidade Universitária e Eusébio Matoso, na região do Butantã, Zona Oeste de São Paulo. 

Inquérito policial
A Polícia Civil de São Paulo abriu inquérito para investigar as causas e eventuais responsabilidades pelo acidente envolvendo o ex-BBB Rodrigo Mussi, de 36 anos, na última quinta-feira (31).  O caso é apurado como lesão corporal culposa na direção de veículo automotor - quando não há a intenção de causar o acidente.

Contradições
O motorista foi ouvido novamente nesta terça (5) no 51º Distrito Policial (DP), Rio Pequeno. O novo interrogatório acontece após algumas contradições no depoimento anterior de Kaique Reis.

De acordo com o Jornal Metrópoles, o motorista parceiro da 99 informou à polícia que a viagem teria começado à 1h30, quando o acidente aconteceu por volta das 4h. Com base na versão de Kaique, obtida através do boletim de ocorrência, o percurso teria durado três horas. O trajeto, em horário de pico, duraria aproximadamente 30 minutos.

O ex-BBB também foi identificado como desconhecido quando deu entrada no hospital, uma vez que, segundo o depoimento, não havia sido reconhecido pelo condutor. O nome do cliente, entretanto, é mostrado quando o motorista aceita a viagem pelo aplicativo.

Além disso, o celular do ex-BBB não foi encontrado pela perícia policial, pois estava com Kaíque. Ele não atendeu às ligações dos parentes de Rodrigo durante a quinta-feira, dia do acidente. Ao tomarem o celular de volta, a família percebeu que o aparelho havia sido alvo de tentativas de desbloqueio.

***

Em tempos de desinformação, o CORREIO continua produzindo diariamente informações nas quais você pode confiar. E para isso precisamos de uma equipe de colaboradores e jornalistas apurando os fatos e se dedicando a entregar conteúdo de qualidade e feito na Bahia. Já pensou que você além de se manter informado com conteúdo confiável, ainda pode apoiar o que é produzido pelo jornalismo profissional baiano? E melhor, custa muito pouco. Assine o jornal.


Relacionadas