Roger lança projeto para financiar livros de autores negros

esportes
18.08.2020, 17:32:00
Atualizado: 18.08.2020, 17:33:33
Roger tem se destacado pelo ativismo na luta contra o racismo (Foto: Felipe Oliveira/EC Bahia)

Roger lança projeto para financiar livros de autores negros

'Canela Preta' pretende publicar 50 livros nos próximos anos

Em momentos como o que vivemos, o jornalismo sério ganha ainda mais relevância. Precisamos um do outro para atravessar essa tempestade. Se puder, apoie nosso trabalho e assine o Jornal Correio por apenas R$ 5,94/mês.

Técnico do Bahia, Roger Machado vai financiar um projeto para lançar livros de autores negros e indígenas. De acordo com site UOL, o objetivo é lançar 50 livros nos próximos cinco anos.

O projeto recebeu o nome de 'Canela Preta' e pretende publicar, ainda em 2020, os 10 primeiros livros da coleção Diálogos da Diáspora. Os livros vão chegar ao mercado com valor acessível para a população carente.

De acordo com Roger, o projeto foi motivado pela dificuldade para encontrar no mercado literatura com autores e personagens negros.

"Quando minhas filhas eram pequenas, eu procurava livros para elas, de literatura infanto-juvenil, com autores e personagens negros, e tinha dificuldade e encontrar. Essa inquietação cresceu quando li o livro da Chimamanda Adichie que fala do perigo da história única, como é prejudicial o país quando a história é contata só por um lado, o lado que detém os meios da produção do conhecimento", disse Roger Machado ao UOL.

Roger Machado tem sido um dos principais ativistas na luta contra o racismo e por mais espaço para os negros no futebol de outras camadas da sociedade.

No ano passado, ele foi condecorado com a medalha Zumbi dos Palmares, honraria dada pela Câmara Municipal de Salvador pelo destaque do treinador na luta contra o racismo.

***

Em tempos de coronavírus e desinformação, o CORREIO continua produzindo diariamente informação responsável e apurada pela nossa redação que escreve, edita e entrega notícias nas quais você pode confiar. Assim como o de tantos outros profissionais ligados a atividades essenciais, nosso trabalho tem sido maior do que nunca. Colabore para que nossa equipe de jornalistas seja mantida para entregar a você e todos os baianos conteúdo profissional. Assine o jornal.


Relacionadas