Rui pede aprovação da Sputnik-V: '10 milhões de doses prontas para entrega'

coronavírus
19.01.2021, 08:53:14
Atualizado: 19.01.2021, 09:00:15
(Foto: Divulgação)

Rui pede aprovação da Sputnik-V: '10 milhões de doses prontas para entrega'

Governo do Estado tem acordo para compra de imunizante russo

Em momentos como o que vivemos, o jornalismo sério ganha ainda mais relevância. Precisamos um do outro para atravessar essa tempestade. Se puder, apoie nosso trabalho e assine o Jornal Correio por apenas R$ 5,94/mês.

A primeira vacinada em Salvador recebeu uma dose da CoronaVac, fabricada pelo laboratório chinês SinoVac. Mas, durante a cerimônia, o governador Rui Costa por diversas vezes falou sobre a Sputnik V, produzida pela Rússia.

O governo da Bahia tem um acordo para comprar doses deste imunizante, mas barra na falta de liberação da Anvisa para utilizá-la. Para resolver este impasse, o executivo baiano entrou com ação no Supremo Tribunal Federal (STF) para garantir a aprovação.

"Esperamos que com essa ação a gente consiga agilizar este processo para salvarmos vidas. Esperamos que a Anvisa deixe de lado rixas ideológicas e dê mais valor à vida humana", pediu o governador.

Tudo sobre o primeiro dia de vacinação em Salvador:

Primeiros baianos são vacinados contra covid-19 em Salvador 

Guia de vacinação: O que você precisa saber antes de tomar as doses contra a covid-19

FOTOS: veja como foi o início da vacinação contra covid-19 em Salvador

Segundo Rui, 10 milhões de doses da Sputnik já estão prontas para serem enviadas da Rússia para o Brasil. O governador também exaltou a eficácia do imunizante, que passa de 90% segundo alguns estudos.

"Essa vacina, com essa quantidade de doses, possibilitará uma vacinação em larga escala no nosso país. É um imunizante seguro, que já está sendo utilizado em diversas nações. Além disso temos esse dispositivo contratual que garantirá o envio para nosso país", informou Rui.

Bruno Reis também pede vacina
O prefeito de Salvador agradeceu ao governo federal pelo envio das cerca de 42 mil doses da Coronavac. O prefeito, no entanto, disse que a vacinação precisa ser acelerada com o envio de mais doses, e apoiou a ação do governo do Estado junto ao STF para que a vacina russa Sputnik possa ser distribuída no Brasil. 

"A aquisição de vacinas é hoje um problema mundial. Por isso, a Prefeitura se associa ao Estado nessa luta e também está disposta a utilizar recursos próprios para a aquisição da Sputnik. Somente com a imunização das pessoas vamos conseguir retomar a normalidade. Graças à pandemia, Salvador, que estaria vivendo agora o seu melhor verão, teve que se reinventar", declarou Bruno Reis. 

***

Em tempos de coronavírus e desinformação, o CORREIO continua produzindo diariamente informação responsável e apurada pela nossa redação que escreve, edita e entrega notícias nas quais você pode confiar. Assim como o de tantos outros profissionais ligados a atividades essenciais, nosso trabalho tem sido maior do que nunca. Colabore para que nossa equipe de jornalistas seja mantida para entregar a você e todos os baianos conteúdo profissional. Assine o jornal.


Relacionadas