Segundo Sol: se você não quiser saber o que vai rolar no último capítulo não leia esse texto

entretenimento
09.11.2018, 09:31:00
Atualizado: 09.11.2018, 13:42:15
Luzia e Beto se beijam no retorno dele ao Carnaval (Betto Jr./CORREIO)

Segundo Sol: se você não quiser saber o que vai rolar no último capítulo não leia esse texto

Episódio será exibido nesta sexta (9), às 20h20, no Santo Antônio Além do Carmo; evento tem show gratuito de Negro Leo, às 19h

Basta ver a imagem acima para saber como será o final de Segundo Sol, novela das 21h da Globo. Mas, se você não quer ficar por dentro dos últimos detalhes da trama, é melhor parar de ler este texto por aqui e esperar até 20h20, quando a novela vai ao ar simultaneamente em todo o país. Depois de 20 anos, Luzia Batista (Giovanna Antonelli) e Beto Falcão (Emilio Dantas) finalmente oficializaram a união. Mas, como diz o ditado popular, por aqui tudo acaba em Carnaval e as cenas finais da trama marcarão a volta de Beto à folia baiana.

Cena final marca a volta de Beto ao Carnaval
(Foto: Betto Jr./CORREIO)

Com direito a trio elétrico e a presença de toda a família Falcão, a cena, que vai ao ar nesta sexta-feira (9) no último capítulo do folhetim, contará com cerca de 400 figurantes – isso sem contar os centenas de fãs que se concentraram no Largo do Farol da Barra, em Salvador, local onde foi gravado parte do final do folhetim.

(Fotos de Betto Jr./CORREIO)

“Não poderíamos fechar a novela em outro lugar, senão aqui, onde começamos. Missão cumprida com amor e gratidão”, disse, emocionada, a protagonista Giovanna Antonelli.

Se o autor João Emanuel Carneiro não mudar de ideia, um beijo bem clichê do casal protagonista fechará a novela que foi ambientada na Bahia. Isso após o astro do axé cantar Axé Pelô.

Um pouco antes, o núcleo central da família Falcão – Beto, Luzia, Ícaro (Chay Suede), Valentim (Danilo Mesquita) e Manu (Luisa Arraes) – devem aparecer juntos em uma praia baiana. Os atores gravaram as cenas quarta (7) em alguma praia na Linha Verde.

Desfechos
O capítulo desta sexta-feira também será marcado por outros desfechos ainda não revelados ao público. Diferente de Beto e Luzia, Karola (Deborah Secco) terá um fim trágico em Segundo Sol. Ela será morta pela mãe, Laureta (Adriana Esteves), ao salvar o filho de criação Valentim de um tiro disparado pela cafetina. Para pagar pelos crimes cometidos durante a vida, Laureta finalmente será presa. Enquanto isso, Remy (Vladimir Brichta) tomará o lugar da irmã como dono do bordel.

O pai de Rosa (Letícia Colin) e Maura (Nanda Costa), também não terá um final feliz. O ex-garçom Agenor (Roberto Bonfim) perde a visão e passa a morar em uma casa de repouso. Em uma cena, Nice (Kelzy Ecard) diz para Vicente (Jayme Periard) que assinou o divórcio. O casal então comemorará o fato de finalmente poder subir ao altar.

Enquanto isso, Rosa ficará com Valentim e engravidará dele – há grandes chances de rolar um beijaço em cima do trio de Beto – e Ícaro aparecerá com uma nova namorada: Marina (Juliana Nalu). Pai do primeiro filho de Rosa, Miguel, Ícaro será convidado para ser padrinho do segundo filho de Rosa. Após tentar viver como um trisal com Ionan (Armando Babaioff) e a relação não dar certo, Maura ficará com Selma (Carol Fazu).

Clima de festa
Para a cena do Carnaval na Bahia, gravada terça-feira (6) na capital baiana, a figurinista Helena Gastal apostou em roupas com adereços e cheias de brilho para as mulheres – Luzia, Rosa, Marina, Manu e Doralice (Roberta Rodrigues). “Já Emilio e Fabricio Boliveira (Roberval) vestem a grife Meninos Rei, dos baianos Céu e Junior Rocha. São roupas com estampas lindas – algo que combina muito com a personalidade dos personagens”, explicou Helena ao CORREIO. Nessa cena, os personagens também usam joias do baiano Carlos Rodeiro e da pernambucana radicada na Bahia Lucia Lima: “Fui em várias festas daqui e percebi que as pessoas se enfeitam muito”.

(Foto: Betto Jr./CORREIO)

O clima de festa vai invadir a Salvador da vida real. A TV Bahia realiza nesta sexta (9) a exibição do último capítulo da trama no Largo Santo Antônio Além do Carmo, lugar que serviu de pano de fundo para a história de Beto Falcão e sua família. O evento começa às 19h, com um show gratuito de Negro Leo, que vai cantar músicas da trilha sonora da novela.

Tudo para deixar o clima de despedida da trama ainda mais nostálgico e, é claro, celebrar a trama que por seis meses mergulhou na cultura baiana – levando elementos como a capoeira, a rivalidade entre Bahia X Vitória e gastronomia (acarajé, pãozinho delícia, dendê, etc) para as telinhas – e elevando a procura por Salvador como destino turístico em 112%, segundo levantamento do Kayak, um dos maiores buscadores de viagem do mundo.

Segundo Sol mergulhou na cultura baiana, trouxe belas paisagens e mais

Ao CORREIO, a atriz Letícia Colin contou que está com o coração apertado e disse que vai levar para si um pouco da honestidade e da transparência dos baianos. "Foi uma grande honra. Vai ser difícil ficar sem a Rosa e sem o sotaque de vocês. Agora nem sei mais falar com o meu de paulista, né papai? Muita resenha”, brincou, destacando que tem coisas que ela não quer se libertar: “Vou ficar com um pouco da Rosa".

Letícia Colin: coração apertado
(Foto: Betto Jr./CORREIO)

Chay Suede, que fez sucesso em Segundo Sol com o baianês de Ícaro, falou que vai levar um pouco da alegria dos cidadãos locais. “Vocês tem uma maneira diferente de lidar com os problemas da vida”, destacou.

Chay Suede deu o que falar
(Foto: Betto Jr./CORREIO)

Letícia e Chay foram muito elogiados pelo sotaque e pelo uso certeiro de expressões do baianês, como “barril”, “barril dobrado”, “véi”, “disgraça”... O resultado foi que o jeito baiano de falar conquistou o Brasil e despertou a curiosidade de muita gente.

Para Emílio Dantas, o clima é de nostalgia, mas a sensação é de dever cumprido. “A gente procurou se aprofundar muito nessa cultura, nos regionalismos, no baianês. Mostramos um pouco a energia da cidade”, pontuou o galã.

A diretora geral da novela, Maria de Médicis, definiu Segundo Sol como um grande presente não só para ela como para os baianos. "A nossa vontade sempre foi mostrar uma Bahia cosmopolita e uma Salvador que não fosse aquela coisa caricata do passado. Por isso, trabalhamos mesmo o sotaque, com as gírias, o tempo inteiro". Pelo visto, eles conseguiram.

Festa no Santo Antônio
O quê: Exibição do último capítulo de Segundo Sol e show de Negro Leo
Quando: Nesta sexta-feira (9), a partir de 19h. A novela começa às 20h20
Onde: Largo Santo Antônio Além do Carmo
Quanto: Gratuito


As cinco maiores polêmicas de Segundo Sol

  • Ausência de negros

Enquanto fora da ficção 76,3% da população baiana se declara preta ou parda, Segundo Sol estreou com apenas quatro atores e atrizes negros, em um universo de 26 personagens - Cláudia di Moura (Zefa), Fabrício Boliveira (Roberval), Roberta Rodrigues (Doralice) e João Acaiabe (Pai Didico).

Fabrício Boliveira teve papel de destaque na trama
(Foto: TV Globo)

A distância com a realidade étnico-racial local gerou polêmica que repercutiu fora, nas redes sociais e dentro da TV Globo. A emissora disse que, na época da escalação do elenco, atrizes negras como Taís Araújo e Camila Pitanga foram procuradas, mas não estavam disponíveis.

O caso chegou ao Ministério Público do Trabalho, que fez uma série de recomendações à TV Globo. Após críticas, a empresa ampliou a participação de atores negros. Entraram em cena o baiano Dan Ferreira (Acácio), Roberta Rodrigues (Doralice), Tarsila Lima (Júnia) e Ícaro Zulu (Doni), além de artistas que fizeram participações, como Aldri Anunciação (Artur), assistente de Roberval; e Drª Guerra (Sarito Rodrigues), advogada de Luzia (Giovanna Antonelli).

  • Mistério do homem deitado no barco

Segundo Sol começou com uma gafe que fez a alegria da internet. Na cena em que Beto (Emilio Dantas) está num barco pesqueiro com o pequeno Ícaro (Thales Miranda), um homem aparece deitado ao lado do protagonista.

A gafe virou meme instantâneo durante o primeiro capítulo da novela
(Foto: Reprodução)

Isso virou piada até entre a equipe da novela. Depois, foi revelado que o homem é barqueiro e se chama Geninho. Ele estava ali para ‘controlar a embarcação’ pois havia uma criança em cena.

  • Subúrbio como sinônimo de ‘miséria’

Em meados de junho, Karola (Deborah Secco) se mudou na novela. Para ambientar a derrocada, o autor João Emanuel Carneiro a transferiu  para o bairro Periperi, na região do Subúrbio Ferroviário. A ex-mulher de Beto Falcão (Emílio Dantas) foi para um quarto com péssimas condições e problemas na rede de esgoto para chantageá-lo.

(Foto: Reprodução)

A mudança teve repercussão negativa não só nas ruas da região como na web, justamente porque o Subúrbio foi colocado como a pior área de Salvador. “Lamentável”, comentou um telespectador.

  • Acarajé com água de coco

Em meados de julho, outra cena da novela viralizou na web por conta de uma gafe ligada aos hábitos locais. Diferente do que geralmente fazem por aqui, a personagem Manuela (Luisa Arraes) escolheu como acompanhamento de um acarajé a água de coco, ao invés de refrigerante ou cerveja gelada.

(Fotos: Reprodução)

A mistura inusitada foi o suficiente para a trama recebesse diversas críticas e zoações. “Quem na Bahia como acarajé com água de coco?”, questionou um telespectador no Twitter. “Isso não existe. Se é para estereotipar, que seja de verdade”, afirmou outro. “Acarajé a gente come com Coca-Cola ou cerveja”, completou mais um.

  • Pedaços de Salvador

Quem esperava ver as ruas de Salvador estampadas de forma fidedigna em Segundo Sol talvez tenha se decepcionado um pouco. Apesar da trama se desenrolar em terras soteropolitanas, a maior parte das cenas foi feita em uma cidade cenográfica ou no Rio de Janeiro.

Cidade cenográfica de Segundo Sol
(Foto: Reprodução)

Embora a cidade cenográfica seja rica nos detalhes, os quase 6 mil metros de áreas construídas da ‘Salvador do Projac’ estão longe de representar as ruas de nossa cidade, que muito pouco têm aparecido na novela. É preciso estar atento para reconhecer os pedaços de Salvador que aparecem na trama.

O monumento da Cruz de Pascoal, por exemplo, foi replicado no Projac, mas apesar de similar ao original, não fica em uma paisagem similar ao Santo Antônio Além do Carmo.

Resultado de imagem para Cruz de Pascoal segundo sol

Réplica do monumento no Projac
(Foto: Reprodução)

Outras gafes envolvendo a localização dos bairros da cidade também geraram polêmica na web e geraram até memes. Um dos buzús que apareceu na novela, por exemplo, passa por Fazenda Grande II, Boca da Mata, Mussurunga, Cajazeiras e São Cristóvão.

Igreja de São Francisco, no Pelourinho, foi local das gravações de Segundo Sol


Relacionadas
Correio.play
https://www.correio24horas.com.br/noticia/nid/temer-ressalta-forca-e-estabilidade-das-instituicoes-em-pronunciamento/
https://www.correio24horas.com.br/noticia/nid/sessao-do-tj-ba-e-suspensa-apos-confusao-e-retirada-de-advogado/
https://www.correio24horas.com.br/noticia/nid/confira-o-clipe-da-cantora-argentina-lali-em-parceria-com-pabllo-vittar/
https://www.correio24horas.com.br/noticia/nid/voce-sabia-que-o-ford-mais-vendido-na-america-do-sul-e-feito-na-bahia/
https://www.correio24horas.com.br/noticia/nid/mostra-multimidia-homenageia-os-40-anos-do-correio/
https://www.correio24horas.com.br/noticia/nid/igreja-transmite-momento-em-que-pastor-e-baleado-em-culto-veja/
https://www.correio24horas.com.br/noticia/nid/camera-de-shopping-flagrou-conversa-de-empresario-que-matou-jogador-e-testemunhas/
https://www.correio24horas.com.br/noticia/nid/prepare-a-maratona-cinco-series-da-netflix-para-ver-apos-o-enem/