Seis homicidas são presos durante operação na RMS

bahia
06.12.2019, 20:38:00
Atualizado: 06.12.2019, 20:39:35
(Foto: Divulgação/SSP)

Seis homicidas são presos durante operação na RMS

Segundo a polícia, eles são envolvidos com grupos criminosos e o tráfico de drogas

Em momentos como o que vivemos, o jornalismo sério ganha ainda mais relevância. Precisamos um do outro para atravessar essa tempestade. Se puder, apoie nosso trabalho e assine o Jornal Correio por apenas R$ 5,94/mês.

Seis criminosos foram presos em Mata de São João durante uma operação conjunta para o combate a homicídios na Região Metropolitana de Salvador (RMS). A“Operação Silvano Batista” foi deflagrada pelo Departamento de Polícia Metropolitana (Depom), na madrugada de quinta-feira (5). 

De acordo com as investigações, Ernesto Cezar dos Santos, Edmilson dos Santos, o "Misso", Petronílio Junior Souza Pinheiro, o "Junior", Eric Bruno dos Santos Amorim e André Luiz Sena França, o “Badel”, Júlio de Jesus Santos Júnior, o “Júnior de Suely”, são acusados do homicídio de Ronald Dias Santana dos Santos, de 25 anos, ocorrido, na Rua Silvano Batista, em Mata de São João, em agosto deste ano.

De acordo com o titular da DT / Mata, delegado Euvaldo Costa, Ernesto Cezar e André Luiz Sena também são suspeitos de outros homicídios na cidade. “Este grupo possuía desavenças com a vítima e se uniram para cometer o homicídio. Também são envolvidos com grupos criminosos e o tráfico de drogas, além de outros assassinatos na região, a exemplo de Ernesto e André”, explicou.

Os  mandados de prisão temporária foram cumpridos por equipes das delegacia de Mata de São João, Simões Filho e Dias D’Ávila, com o apoio da Delegacia de Repressão a Furtos e Roubos (DRFR), de Feira de Santana e do Departamento de Polícia do Interior (Depin). 

O grupo foi apresentado à imprensa, no auditório da Polícia Civil, na sede da Instituição, na Piedade, na manhã desta sexta-feira (6). A coletiva foi conduzida pelo diretor adjunto do Depom, delegado Giovanni Nascimento, o titular da DT / Mata de São João, delegado Euvaldo Costa, e o delegado Artur Guimarães, responsável pelas operacionalidades na RMS.


Durante o cumprimento dos mandados foi apreendido, um revólver calibre 38, com Ernesto, além de aparelhos smartphones com os outros presos. O delegado solicitará à Justiça, a conversão da prisão temporária dos seis acusados, em preventiva.

***

Em tempos de coronavírus e desinformação, o CORREIO continua produzindo diariamente informação responsável e apurada pela nossa redação que escreve, edita e entrega notícias nas quais você pode confiar. Assim como o de tantos outros profissionais ligados a atividades essenciais, nosso trabalho tem sido maior do que nunca. Colabore para que nossa equipe de jornalistas seja mantida para entregar a você e todos os baianos conteúdo profissional. Assine o jornal.


Relacionadas