SESI realizará 50 mil testes rápidos de covid-19 em trabalhadores da indústria baiana

especiais patrocinados
26.06.2020, 06:00:00
Atualizado: 26.06.2020, 08:13:45
O SESI disponibiliza o teste rápido IgM/IgG (detecção de anticorpos) e o RT PCR (exame molecular) (Foto: Gilberto Jr./Coperphoto/Sistema FIEB)
Estúdio Correio -

SESI realizará 50 mil testes rápidos de covid-19 em trabalhadores da indústria baiana

Entidade usa tecnologia via internet, que permite acesso ao resultado em 20 minutos

Em momentos como o que vivemos, o jornalismo sério ganha ainda mais relevância. Precisamos um do outro para atravessar essa tempestade. Se puder, apoie nosso trabalho e assine o Jornal Correio por apenas R$ 5,94/mês.

Mesmo com as medidas de distanciamento social de 1 metro e meio a 2 metros, o novo coronavírus pode estar na mesa de trabalho do colega ao lado, sem que nem ele imagine que está contaminado. Das 28 pessoas que trabalham no escritório da Gráfico Empreendimentos, pelo menos, duas delas reagiram para o vírus durante a testagem feita na semana passada.

“Uma, inclusive, passava pelo segundo ciclo do vírus e estava trabalhando. Como é assintomática, ela pode ter contaminado outras pessoas. O teste nos deu esta resposta”, afirma o sócio-diretor da empresa que atua na construção civil, Carlos Henrique Passos.

Depois de aplicar no escritório, a construtora vai partir para o canteiro de obras onde outros 30 trabalhadores vão passar pelo exame, como acrescenta Passos. “O teste rápido para a covid-19 nas empresas é fundamental nesse momento. Ele permite que você separe de forma inteligente as pessoas que foram contaminadas, daquelas que ainda estão expostas à contaminação. Entre liberar ou isolar todo mundo, o teste ajuda muito a reduzir o processo da cadeia de contaminação”, completa.

E a pandemia tem mesmo exigido das empresas a adoção de medidas não só de segurança e higiene, mas também, que possam auxiliar na tomada de decisões de enfrentamento à covid-19. No protocolo destas empresas é cada vez maior a realização destes testes rápidos em massa, que detectam anticorpos contra o coronavírus (SARS n-Cov-2), em indivíduos que não apresentam sintomas, mas que tiveram contato prévio com o vírus.

O Serviço Social da Indústria (SESI Bahia) está ampliando a oferta destes exames para a indústria baiana. No total, a previsão é realizar 50 mil testes em trabalhadores do setor, atuando em parceria com um laboratório de análises clínicas. A instituição disponibiliza, além do teste rápido IgM/IgG (detecção de anticorpos), o RT PCR (exame molecular), indicado para o diagnóstico em pessoas com sintomas e no início da doença.

“Estamos bem no início e fizemos cerca de 1 mil testes. As empresas tem tido esse cuidado na hora de fazer o retorno ao trabalho presencial. Temos também casos de empresas que decidiram testar suas equipes para terem noções de controle e de gerenciamento para a tomada de decisões”, afirma o gerente de Saúde e Segurança na Indústria do SESI Bahia, Amélio Miranda.

Ainda de acordo com o executivo, a maior demanda de testagem é para trabalhadores que se contaminaram, foram afastados e após a quarentena estão voltando às atividades. “As empresas estão ampliando seus protocolos para ter um ambiente mais controlado, para gerir de maneira mais segura e até mesmo tranquilizar seus colaboradores”.

Adesão
Outra empresa que aderiu à testagem foi a Bahiagás. O programa prevê a aplicação de 800 testes. “Boa parte dos nossos trabalhadores estão home-office desde março e outra parte na operação. Estamos na preparação do plano de trabalho presencial e, como medida preventiva, vamos realizar os testes em todos os trabalhadores e avaliar quem está apto para o retorno. Estamos na torcida para que esta fase passe logo”, afirma o gerente de Segurança, Meio Ambiente e Saúde da Bahiagás, José Gallindo.

A diretora da T&A Pré-Fabricados, Silvia Almeida, também reconhece a importância do teste para a operação da indústria em tempos de pandemia. “É um serviço essencial para o momento que estamos vivendo. Pretendemos ampliar para o maior número possível de funcionários em breve”.

Segurança
Os testes rápidos oferecidos pelo SESI Bahia usam tecnologia via internet, que permite acesso ao resultado do exame através de um laudo assinado pelo responsável técnico do laboratório, em cerca de 20 minutos. A gerente de Saúde do SESI Bahia, Cristina Pacheco, explica como funciona:

“O teste é simples e rápido. Você coleta uma amostra de sangue capilar, na polpa digital. Esses dados serão enviados até o laboratório que irá devolver o resultado. Uma vez dando reagente, indica provável contato com o vírus, mas existe possibilidade de resultado falso-positivo devido à baixa prevalência da doença na população. Não reagente mostra que não houve contato prévio com o vírus”.

Ela alerta que o fato de ser testado, não quer dizer que este trabalhador pode relaxar quantos às orientações de distanciamento social, de higiene com a lavagem das mãos com água e sabão e uso do álcool em gel ou álcool a 70%. “Nada disso substitui as medidas protetivas. Estando imunizado naturalmente, situação esperada após a infecção e recuperação com a produção de anticorpos, o indivíduo pode servir de transporte para o vírus e contaminar a família e o colega. Esse novo ‘normal’ precisa ser respeitado por todos nós”, reforça.

As empresas interessadas no serviço devem fazer o cadastro na página do SESI Saúde no site www.sesisaudeba.com.br/contra_o_coronavirus. Lá também é possível encontrar mais informações e tirar dúvidas sobre o processo de testagem.

O Estúdio Correio produz conteúdo sob medida para marcas, em diferentes plataformas.

***

Em tempos de coronavírus e desinformação, o CORREIO continua produzindo diariamente informação responsável e apurada pela nossa redação que escreve, edita e entrega notícias nas quais você pode confiar. Assim como o de tantos outros profissionais ligados a atividades essenciais, nosso trabalho tem sido maior do que nunca. Colabore para que nossa equipe de jornalistas seja mantida para entregar a você e todos os baianos conteúdo profissional. Assine o jornal.


Relacionadas