Sobe para 79 o número de mortos por conta das chuvas em Pernambuco

brasil
29.05.2022, 18:56:20

Sobe para 79 o número de mortos por conta das chuvas em Pernambuco

Também há registro de 3.957 desabrigados, sobretudo nos municípios da Região Metropolitana e na Mata Norte

O número de mortes em Pernambuco, atualizado pelo governo do Estado neste domingo (29), subiu para 79. A informação foi repassada pelo governador Paulo Câmara (PSB), em coletiva de imprensa no início da noite de hoje. O governador não precisou se as cinco mortes registradas entre a quarta-feira e quinta-feira da semana passada já estão nessa. Foram cinco. De acordo com a gestão estadual, em último balanço, seguiam desaparecidas até a tarde deste domingo somente no Recife e em Olinda, 56 pessoas.

Também há registro de 3.957 desabrigados, sobretudo nos municípios da Região Metropolitana e na Mata Norte. O grande impacto causado pelas chuvas levou nove municípios a decretar situação de emergência: Recife, Olinda, Jaboatão dos Guararapes, São José da Coroa Grande, Moreno, Nazaré da Mata, Macaparana, Cabo de Santo Agostinho e São Vicente Ferrer.

O governador Paulo Câmara reuniu, na manhã deste domingo (29.05), no Palácio do Campo das Princesas, todo o secretariado estadual, os chefes dos comandos militares e representantes das Forças Armadas para reforçar as ações nas áreas atingidas pelas chuvas na Região Metropolitana do Recife, Zona da Mata e Agreste.

O Corpo de Bombeiros já começou a atuar com o reforço dos 92 novos soldados nomeados ontem (28.05) pelo governador. As equipes também passaram a contar com o incremento de bombeiros enviados pela Paraíba e profissionais que vieram de Minas Gerais, todos especializados no atendimento a casos de deslizamentos. As equipes permanecem em prontidão, atuando nas áreas mais críticas das cidades afetadas.
“Precisamos desobstruir os acessos às cidades, restabelecer o abastecimento de água e analisar o trabalho que está sendo feito nesses locais. As equipes foram reforçadas, os 92 novos bombeiros que tiveram suas nomeações antecipadas já estão trabalhando e vamos intensificar as ações”, afirmou Paulo Câmara. 

Além das forças de segurança estaduais, o Exército e a Marinha estão colaborando no trabalho com 100 e 20 profissionais, respectivamente, e seis embarcações. As escalas foram reforçadas também no IML para assegurar maior eficiência nas remoções e perícias, além de serviços de assistência social e apoio, mitigando o sofrimento das famílias das vítimas.

Na manhã deste domingo, o Grupamento Tático Aéreo realizou o resgate de 12 pessoas ilhadas em áreas alagadas, sem acesso por terra. As três aeronaves empregadas nas ações da RMR também transportaram água e alimentos para comunidades isoladas ou fortemente atingidas, como no bairro da Muribeca, em Jaboatão dos Guararapes.

No total, as equipes estão atuando em 12 pontos de deslizamento, com o emprego de cães farejadores e equipamentos. Durante todo o dia de ontem, até a madrugada deste domingo, o Grupamento de Bombeiros Marítimos (GBMAR) resgatou 593 vítimas ilhadas em várias localidades da RMR. No Recife, os resgates aconteceram nos bairros de Coqueiral, Imbiribeira, Ipsep e Tejipió. Em Jaboatão, houve atendimento na Vila Dois Carneiros, Socorro e Muribeca. Desde a sexta-feira (27.05), mais de 46 mil chamados foram feitos ao 193, com deslocamento das equipes.

Prefeitura do Recife
A prefeitura do Recife confirmou, até a tarde deste domingo (29), 14 mortes de pessoas que residiam na cidade em função das fortes chuvas que atingiram a capital. Ao todo, foram resgatados 33 corpos de pessoas que podem morar no Recife, ou seja, 19 corpos ainda podem ser identificados pelo Instituto de Medicina Legal (IML) como de moradores da cidade.

Neste domingo, 2.464 pessoas encontram-se abrigadas em 39 equipamentos públicos, sendo 24 em prédios do município. São 22 desaparecidos. Foram recebidas 48 ocorrências críticas, com 23 bairros atingidos, sendo 43 deslizamentos de barreiras e outras demandas críticas. A Defesa Civil informa que da 00h às 11h deste domingo foram 103 solicitações, entre vistorias e solicitações de lonas.

Ajuda do governo federal
Em uma coletiva de imprensa em Pernambuco, na manhã deste domingo (29), o governo federal prometeu mobilizar recursos para a reconstrução de casas das pessoas atingidas pelas chuvas em até 90 dias. A afirmação partiu do ministro do Desenvolvimento Regional (MDR), Daniel Ferreira, que explicou que o governo liberará o dinheiro para os municípios que forem reconhecidos em situação de calamidade pública.

PREVISÃO DO TEMPO
De acordo com informações da Agência Pernambucana de Água e Clima (Apac), o Distúrbio Ondulatório de Leste – sistema que induziu os grandes volumes de chuva nos últimos dias – se dissipou, mas ainda restam instabilidades no oceano, que ainda deverão provocar precipitações neste domingo, de forma moderada, entre a Zona da Mata e a RMR. A tendência, porém, é a estabilização da atmosfera, com redução gradativa dos volumes de chuva.

Matéria publicada originalmente em JC Online.
 

***

Em tempos de desinformação, o CORREIO continua produzindo diariamente informações nas quais você pode confiar. E para isso precisamos de uma equipe de colaboradores e jornalistas apurando os fatos e se dedicando a entregar conteúdo de qualidade e feito na Bahia. Já pensou que você além de se manter informado com conteúdo confiável, ainda pode apoiar o que é produzido pelo jornalismo profissional baiano? E melhor, custa muito pouco. Assine o jornal.


Relacionadas