Sobe para 87 o número de mortos por conta das chuvas em Pernambuco

brasil
30.05.2022, 10:00:30
(Reprodução/TV Globo )

Sobe para 87 o número de mortos por conta das chuvas em Pernambuco

21 pessoas continuam desaparecidas; números foram atualizados na manhã desta segunda-feira (30)

Já chegou a 87 o número de mortos no estado de Pernambuco em consequência das intensas chuvas que atingem diversas cidades desde a semana passada. Nesta segunda-feira (30), mais três corpos foram encontrados no Jardim Monte Verde, bairro no limite entre a capital e Jaboatão dos Guararapes. A região é uma das mais castigadas.

Nas primeiras horas desta manhã, o Corpo de Bombeiro informou que ainda fazia buscas por 21 pessoas sendo nove em Jardim Monte Verde; uma no Zumbi do Pacheco e duas em Bola de Ouro, em Jaboatão; duas no Centro de Camaragibe; seis no Barro e uma na Guabiraba, no Recife. O governo do estado não atualizou o total de desaparecidos. 

O estado também não atualizou, nesta segunda-feira (30), o número de desabrigados - eram mais de 3,9 mil até o domingo, principalmente nos municípios da Região Metropolitana e na Mata Norte. 

O Jardim Monte Verde é o principal ponto de buscas de desaparecidos. Só neste bairro, mais de 20 pessoas morreram soterradas e tiveram os corpos resgatados da lama. Entretanto, segundo o Corpo de Bombeiros, ainda há vítimas desaparecidas entre os escombros.

O Instituto de Medicina Legal (IML) chegou ao local para levar os corpos. No domingo (29), a sede do órgão ficou cheia de parentes de vítimas tentando liberar os corpos dos familiares para poder velar e enterrar as vítimas.

As buscas são feitas por moradores, pelo Exército e pelos bombeiros de Pernambuco e de outros estados, que enviaram efetivo para ajudar o estado em meio ao desastre. 


 

***

Em tempos de desinformação, o CORREIO continua produzindo diariamente informações nas quais você pode confiar. E para isso precisamos de uma equipe de colaboradores e jornalistas apurando os fatos e se dedicando a entregar conteúdo de qualidade e feito na Bahia. Já pensou que você além de se manter informado com conteúdo confiável, ainda pode apoiar o que é produzido pelo jornalismo profissional baiano? E melhor, custa muito pouco. Assine o jornal.


Relacionadas